Babosa para Espinha Funciona?

      Comentários desativados em Babosa para Espinha Funciona?
Babosa para espinha

Confira se utilizar babosa para espinha funciona, os efeitos que a planta promove sobre a acne e os cuidados que devem ser tomados ao utilizá-la.

Seja adolescente, seja adulto, ninguém gosta de ter espinhas, não é mesmo? Essas marcas indesejadas aparecem juntamente com a acne, uma condição que é desenvolvida quando secreções oleosas das glândulas sebáceas tampam as pequenas aberturas dos folículos capilares.

A acne é uma condição inflamatória. Em um quadro de acne, ocorre a prisão de óleo dentro dos poros, obstruindo-os. Isso permite que haja o crescimento de bactérias dentro dos folículos, provocando uma inflamação que tem como resultado o aparecimento de inchaços vermelhos na pele.

A condição é causada pela união de fatores como o excesso de produção de oleosidade da pele, o acúmulo de bactérias, a tendência à inflamação, a desregulação hormonal e a propensão ao acúmulo de células e tecidos mortos.

Aspectos como idade, má higienização da pele, não retirar a maquiagem, uso de produtos muito gordurosos na pele, doenças hormonais, reações a medicamentos, exposição excessiva ao sol, predisposição genética e gravidez também podem influenciar o aparecimento da acne e das espinhas.

Aproveite para conhecer como tirar manchas de acne e veja também quais são os melhores alimentos contra acne para inserir em sua dieta.

Será que a babosa para espinha funciona?

Uma pesquisa se propôs a analisar os
efeitos da combinação entre um gel tópico de aloe vera (outro nome da babosa) e
o medicamento tretinoína no tratamento da acne vulgaris de nível leve a
moderado.

O experimento, realizado por um
pesquisador da Universidade do Mazandarão, no Irã, ao lado de seus demais
colegas, durou oito semanas, foi conduzido em 60 participantes e concluiu que a
combinação entre o gel de aloe vera e a tretinoína foi bem tolerada e mais
eficiente do que apenas a tretinoína e seu veículo para o tratamento da acne
vulgaris de nível leve a moderado.

Além disso, a babosa é geralmente empregada na medicina ayurvédica para tratar problemas inflamatórios na pele como a acne.

A planta carrega substâncias que podem auxiliar a diminuir a vermelhidão na pele, além de polifenóis e outros antioxidantes que podem ter vantagens antibacterianas, que, por sua vez, podem ajudar na luta contra as bactérias causadoras da acne.

O fato da babosa ter propriedades anti-inflamatória indica que ela pode auxiliar a diminuir o inchaço. Colocar aloe vera em uma espinha vermelha e inchada pode ajudar a reduzir a sensibilidade e a dor, por exemplo. Se o seu tratamento convencional para a acne estiver deixando a pele seca ou irritada, o gel de babosa ou um hidratante com babosa para espinha pode ajudar.

Entretanto, dê preferência sempre à versão fresca da babosa vinda de uma planta e não aos géis embalados que podem ser comprados em lojas, já que pode ser difícil saber qual é a concentração de aloe vera de alguns produtos comercializados.

Por outro lado: os efeitos da babosa para acne são limitados e questionados

Como as cicatrizes pós-acne não são um processo inflamatório ativo, a babosa provavelmente não é tão útil para lidar com elas.

Se a planta pode ajudar as espinhas a
ganharem uma aparência menos vermelha, ela não é tão boa para lidar com os
efeitos mais persistentes da acne.

Embora haja a especulação de que a babosa pode atuar na diminuição da bactéria causadora da acne, isso não foi provado, ainda que haja alguma pesquisa preliminar empolgante, mas ainda muito limitada. Até agora, não parece que a aloe faz muito mais do que reduzir a vermelhidão e a inflamação.

Vale ressaltar que a acne não é somente um processo inflamatório, mas também é provocada por um acúmulo de células mortas, por glândulas oleosas hiperativas, hormônios e fatores genéticos.

A aloe vera não vai fazer nada por esses fatores. Ademais, toda espinha começa com um poro bloqueado. A aloe vera não previne que os poros fiquem bloqueados, então, a longo prazo, ela não vai impedir que a acne seja desenvolvida.

Fora isso, se um tratamento natural para acne com a aloe vera não estiver ajudando dentro de duas semanas e houver a piora da acne, aparecer qualquer cicatriz ou a acne for severa, procure rapidamente um dermatologista.

Além disso, não se deve aplicar uma nova substância no rosto sem antes consultar o dermatologista. Isso é fundamental para se certificar de que a babosa realmente pode ajudar o seu quadro de acne em particular e saber como utilizar o produto com segurança.

Cuidados com a babosa

Além de saber se usar babosa para espinha dá certo, é importante conhecer quais cuidados precisamos ter em relação ao uso interno e externo da planta.

Uma reação alérgica à aloe vera é
rara, porém, pode acontecer para algumas pessoas e incluir sintomas como
vermelhidão, erupção cutânea ou inchaço.

Caso experimente algum desses sinais
ou qualquer outro tipo de reação ao usar a babosa para espinha ou qualquer
outra condição ou situação, pare de utilizar o ingrediente e procure
imediatamente o auxílio médico, mesmo que o problema em questão não aparente
ser muito grave.

Isso é importante para checar a real
seriedade do sintoma, receber o tratamento adequado e saber se poderá ou não
continuar a usar a babosa.

A utilização interna da babosa é
contraindicada para crianças, mulheres que estejam grávidas, mulheres que se
encontrem em período de amamentação de seus bebês, pacientes que sofrem com
inflamações nos úteros ou ovários, hemorroidas, fissuras anais, pedras na
bexiga, varizes, apendicite, prostatite (inflamação da próstata), cistite
(inflamação da bexiga), disenteria e nefrite (inflamação de estruturas dos
rins).

Entretanto, por questões de
segurança, é fundamental que qualquer pessoa consulte o médico antes de começar
a usar a babosa – interna ou topicamente. Isso é importante principalmente para
os integrantes de outros grupos especiais como adolescentes, idosos e pessoas
que sofrem com qualquer tipo de doença ou condição de saúde.

Por exemplo: para quem tem problemas
de pele, vale a pena checar com o dermatologista se pode aplicar a babosa ou o
gel da planta na pele.

Caso você faça uso de qualquer tipo
de medicamento, suplemento ou outra planta, verifique com o médico se não faz
mal utilizar a babosa e a substância em questão ao mesmo tempo.

Enquanto a babosa purificada (com pouco antraquinona) é considerada segura, a babosa não purificada (com teor mais alto de antraquinona) pode trazer efeitos colaterais como diarreia, cólicas, adenoma no cólon (tumor benigno) e câncer de cólon em decorrência do uso em longo prazo (raro, mas pode acontecer).

Assim, ao comprar a sua babosa, certifique-se de que está adquirindo uma versão purificada – e segura – da planta. É preciso certificar-se de que a babosa adquirida seja do tipo Barbadensis miller, que é a mais indicada para o uso humano, já que os outros tipos são tóxicos e, portanto, não devem ser utilizados.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já utilizou algum tipo de produto ou a própria babosa para espinha? Se não, pretende experimentar? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.