Centeio Tem Glúten? Engorda?

      Comentários desativados em Centeio Tem Glúten? Engorda?
Centeio

Pode encontrar o centeio em pães, torradas, sopas, sucos e tortas, por exemplo. Parente próximo do trigo, ele é provavelmente originário da Ásia e há centenas de anos é amplamente consumido na Escandinávia, na Rússia e no leste da Europa.

O grão é conhecido
por ser fonte de nutrientes como carboidratos, fibras, proteínas, magnésio,
fósforo, potássio, selênio e vitaminas do complexo B.

Mas será que o centeio tem glúten também?

Para quem sofre com alguma doença que impede a ingestão do glúten – como a doença celíaca ou a sensibilidade ao glúten – ou simplesmente resolveu excluir a substância da sua dieta, vale a pena saber se o centeio tem glúten ou não em sua composição.

Em artigo publicado, o pesquisador da área de nutrição, que também tem um diploma de bacharel em medicina, Kris Gunnars, afirmou que o glúten é uma proteína encontrada em grãos como o centeio, o trigo e a cevada.

Ou seja, o centeio tem glúten e não deve ser consumido por quem tem a doença celíaca ou a sensibilidade ao glúten e pelas pessoas que escolheram eliminar a proteína de suas dietas.

“Entretanto, só porque o glúten causa problemas para muitas pessoas, isso não significa que os grãos sejam ruins, porque muitos outros alimentos com grãos integrais são livres do glúten”, defendeu o pesquisador da área de nutrição.

E será que o centeio engorda?

Em artigo publicado, a chef com estudos focados em nutrição Andrea Cespedes afirmou que o pão de centeio pode fazer parte e beneficiar um processo de emagrecimento porque o alimento sacia, ajudando a suprimir a vontade de comer e a controlar o apetite, que pode ficar agitado quando se está em uma dieta para perder peso.

“O centeio não
provoca picos nos níveis de açúcar no sangue, o que pode causar uma fome
incontrolável e diminuir a energia”, completou a chef com estudos em nutrição.

Segundo ela, os
picos nas taxas de açúcar no sangue interferem na liberação saudável do
hormônio insulina, podendo provocar oscilações extremas na fome.

Por outro lado,
Cespedes alertou que, como acontece com qualquer comida, o consumo de muito pão
de centeio vai extrapolar a ingestão diária de calorias e minar qualquer plano
de perda de peso.

Até porque, por
exemplo, o pão de centeio da marca Farias apresenta 128 calorias a cada duas
fatias ou porção de 50 g.

Portanto, se a
pessoa consumir muitas fatias, acabará ingerindo uma quantidade expressiva de
calorias, o que tem boas chances de favorecer o consumo calórico além da conta
e, por consequência, o aumento do peso.

Centeio x Pão branco

Ainda segundo Cespedes, um pequeno estudo publicado mostrou que um café da manhã com pão de centeio, ao ser comparado com a refeição com o pão branco, ajudou a diminuir a fome dos participantes por oito horas.

“Em 2012, Physiology and Behavior (Fisiologia e Comportamento, tradução livre) publicou um estudo mostrando que essa supressão da fome de um café da manhã contendo pão de centeio funciona diariamente por no mínimo três semanas, sugerindo que você não se torna imune às propriedades de saciar do centeio”, completou Cespedes.

A chef com estudos focados em nutrição citou ainda outro estudo, que apontou que o pão de grão integral de centeio tem efeitos benéficos em relação aos níveis de açúcar no sangue e às taxas de insulina, se comparado com o pão branco de trigo.

Como dissemos acima, os picos nos níveis de açúcar do sangue podem aumentar a fome e interferir na liberação saudável do hormônio insulina. “Mesmo o pão branco enriquecido com alguma farinha de centeio teve melhores efeitos do que o pão branco sozinho, mas as versões de grão integral de centeio ofereceram mais benefícios”, adicionou Cespedes.

Outro estudo, de
2008 e conduzido por um pesquisador da Suécia e seus colegas, concluiu que a
ingestão de um mingau com grão integral de centeio trouxe efeitos prolongados
de saciedade até oito horas depois do consumo em comparação ao pão branco,
ainda que não tenha diminuído a ingestão posterior de alimentos.

Grãos integrais x Grãos refinados

Em seu artigo, Andrea Cespedes mencionou outro estudo – publicado no American Journal of Clinical Nutrition (Jornal Americano de Nutrição Clínica) – em que foi apontado que o consumo de grãos integrais, grupo do qual o centeio faz parte, está relacionado a níveis mais baixos de gordura visceral ou na barriga.

“O consumo de
grãos refinados, como pão branco e pizza, se relaciona com níveis mais altos
dessa gordura inflamatória que aumenta o seu risco de desenvolver doença
crônica”, alertou a chefe com estudos focados em nutrição.

Cespedes também destacou que o pão de centeio pode auxiliar a moderar os picos nos níveis de açúcar no sangue – que como vimos acima, estão associados à fome – especialmente quando são consumidos no lugar de grãos refinados.

O centeio não faz milagres

“Se você
simplesmente adicionar o centeio à sua manutenção atual de ingestão de
calorias, você vai ganhar peso”, alertou a chef com estudos focados em nutrição
Andrea Cespedes.

Ou seja, para emagrecer é necessário saber como incluir o centeio nas refeições, colocando-o no lugar de alimentos que incentivam mais o aumento de peso do que ele, por exemplo.

Porém, mais do que
isso, para perder peso é preciso que toda a dieta seja controlada, saudável,
equilibrada e nutritiva.

Para chegar a essa dieta, conte com o acompanhamento de um bom nutricionista, que saberá indicar um regime que te ajude a atingir os seus objetivos, ao mesmo tempo em que fornece os nutrientes e a energia que o seu organismo exige para funcionar apropriadamente.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que centeio tem glúten? Possui alguma condição que proíbe o consumo de centeio? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.