Chá de Folha de Graviola Emagrece? Para Que Serve, Benefícios e Contraindicações

      Comentários desativados em Chá de Folha de Graviola Emagrece? Para Que Serve, Benefícios e Contraindicações
Chá de folha de graviola

A graviola ou Annona muricata é uma árvore perene nativa dos climas quentes e úmidos de localidades como o Brasil, o México, a região do Caribe e a América Central.

Suas sementes, frutas e folhas são
utilizadas como um sedativo e para auxiliar o tratamento de queixas estomacais
e febre, ainda que faltem experimentos clínicos para apoiar esses usos.

Vamos falar sobre uma bebida preparada a partir da folha de graviola – o chá de folha de graviola – e conhecer quais efeitos ela pode causar ao nosso organismo.

O chá de folha de graviola emagrece?

De acordo com a especialista em nutrição fitness Malia Frey, existem pessoas que utilizam a graviola para o emagrecimento.

Entretanto, Frey afirmou que segundo
o banco de dados de remédios naturais do Centro de Pesquisa Terapêutica dos
Estados Unidos, não existem evidências científicas suficientes para apoiar esse
uso.

No mesmo sentido, existem relatos de
que a fruta graviola pode contribuir para o emagrecimento quando utilizada na
forma de chá. No entanto, alertam que no caso da infusão (uma maneira de
preparar o chá) de graviola é necessário consultar um nutricionista para saber
a quantidade recomendada para cada pessoa.

Porém, ressaltamos que não foram encontradas falas de especialistas ou informações a respeito de estudos de especialistas para explicar como o chá de folha de graviola emagrece.

Se você deseja e/ou necessita emagrecer, melhor do que buscar chás milagrosos para o emagrecimento é seguir toda uma alimentação saudável, equilibrada, controlada e nutritiva. Praticar atividades físicas com frequência é útil neste sentido, já que os exercícios promovem o gasto de calorias.

Porém, faça tudo isso contando com o
acompanhamento do nutricionista e do educador físico para garantir que o
processo seja eficiente e seguro.

Para que serve – Benefícios do chá de folha de graviola

1. Câncer

Em seu artigo publicado, a
especialista em nutrição fitness Malia Frey contou que o chá de graviola, feito
a partir das suas folhas, é divulgado como uma bebida que pode ser usada no
tratamento ou na prevenção do câncer. Entretanto, Frey alertou que não existem
grandes evidências para apoiar essa afirmação.

“Uma revisão recente publicada no jornal Carcinogenesis identificou que ‘baseado em dados recentes, existem boas evidências de que plantas usadas há tempos poderiam ter potenciais quimiopreventivos (de prevenção ao câncer) e terapêuticos’. Os autores do estudo sugerem maiores investigações”, ponderou a especialista em nutrição.

Frey também alertou que organizações bem respeitadas da área do câncer recomendam cautela. Segundo ela, o centro de tratamento do câncer de New York Memorial Sloan Kettering Cancer Center reconhece que a graviola mostrou propriedades anticâncer em estudos de laboratório, no entanto, dados humanos estão em falta neste sentido.

A especialista em nutrição fitness também afirmou que o Cancer Research UK – uma organização sem fins lucrativos da área do câncer baseada na Inglaterra – declara que não existem evidências que mostram que a graviola funciona como uma cura para o câncer.

“E os Centros de
Tratamento do Câncer da América aconselham que ‘especialistas alertam contra o
uso da fruta para tratar o câncer. Enquanto pesquisas sugerem que a graviola
pode combater o câncer, ela não foi estudada em humanos. Como resultado, não
existem evidências da sua segurança ou eficácia”, completou Frey.

Por sua vez, a
Fundação do Câncer explicou que a graviola possui, principalmente em suas
folhas e sementes, um composto quimiopreventivo conhecido pelo nome de
acetogenina.

Entretanto, a
organização alertou que o composto apenas previne, porém, não cura o câncer, da
mesma forma que os compostos quimiopreventivos encontrados nas frutas, verduras
e legumes.

A Fundação do
Câncer também ressaltou que a comunidade médico-científica ainda não concluiu
de que maneira a acetogenina deve ser ingerida para ser aproveitada pelo
organismo.

Não existem evidências de que mesmo com o calor utilizado no preparo do chá de folha de graviola as suas propriedades são mantidas ou quais são os efeitos de comer as folhas ou torras as sementes, explicou a instituição.

O que se sabe é que
o composto não funciona na forma de cápsulas, alertou a Fundação do Câncer.

2. Relaxamento

Em seu artigo, Frey também afirmou que algumas pessoas utilizam o chá de folha de graviola para aumentar o relaxamento.

Entretanto, a especialista em nutrição fitness alertou que, de acordo com o banco de dados de remédios naturais do Centro de Pesquisa Terapêutica dos Estados Unidos, também não existem evidências científicas que apoiem esse uso para a bebida.

Contraindicações e cuidados com a graviola

De acordo com informações encontradas, a graviola não deve ser utilizada por mulheres que estejam grávidas ou em período de amamentação de seus bebês. Além disso, alertamos que a graviola pode piorar os sintomas da doença de Parkinson.

Segundo o drugs.com, as pessoas com doença de Parkinson devem evitar o consumo da fruta ou de decocções (o ato de ferver plantas em um líquido) preparadas a partir das suas folhas.

Quem tem caxumba, afta ou ferimentos na boca ou sofrem com a hipotensão (pressão arterial baixa) também não podem consumir a graviola.

No mesmo sentido, o chá de folha de
graviola também está contraindicado para grávidas, mulheres que estejam
amamentando, pessoas com pressão baixa, caxumba, afta ou ferimentos na boca.

A especialista em nutrição Malia Frey escreveu, em artigo publicado, que o centro de tratamento do câncer de New York Memorial Sloan Kettering Cancer Center aconselha que pessoas com doença no fígado ou nos rins, com baixa contagem de plaquetas ou que estejam fazendo parte de qualquer estudo de imagem nuclear não consumam a graviola.

Conforme Frey, a
instituição também alerta que o uso repetido da graviola pode provocar
toxicidade aos rins e ao fígado e que ela pode provocar efeitos colaterais como
distúrbios de movimento e uma condição com sintomas similares à doença de
Parkinson.

Entretanto, segundo uma matéria do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, alertou-se que são necessárias maiores pesquisas em seres humanos para a comunidade médica informar ao público sobre os riscos e os benefícios da graviola.

De qualquer forma, antes de começar a utilizar o chá de folha de graviola para qualquer fim, é fundamental conversar com o médico para saber se ele realmente pode te ajudar, ter certeza de que a bebida não te fará mal e saber em que dosagem você pode utilizá-la.

Essa recomendação é importante para todos, principalmente mulheres que estejam grávidas ou amamentando, crianças, adolescentes, idosos e pessoas que tenham alguma doença ou condição específica de saúde.

Mesmo os produtos naturais como os
chás de folhas podem ser contraindicados, provocar efeitos colaterais e
interagir com medicamentos, suplementos ou outras plantas.

Portanto, se você faz uso de
qualquer remédio, suplemento ou planta, antes de tomar o chá de folha de graviola,
também converse com o médico para saber não faz mal usar a substância em
questão ao mesmo tempo que a bebida.

O Memorial Sloan Kettering Cancer Center também recomenda que pessoas que usam medicamentos para a pressão arterial e para a diabetes não consumam a graviola.

Além disso, jamais substitua um
tratamento indicado pelo médico pela ingestão do chá de folha de graviola
porque isso pode prejudicar gravemente a sua saúde. Utilize a bebida para
ajudar o tratamento de qualquer condição somente quando o médico permitir.

Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar que o chá de folha de graviola emagrece? Tem curiosidade de experimentar essa bebida e seus potenciais benefícios? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.