Chá de Gengibre para Mau Hálito Funciona?

      Comentários desativados em Chá de Gengibre para Mau Hálito Funciona?
Chá de gengibre

Ter mau hálito ou halitose certamente é um problema incômodo. Quem sofre com ele se vê entre as tentativas de disfarçar o cheiro ruim da boca. Será que funciona, por exemplo, tomar chá de gengibre para mau hálito?

Antes de analisarmos, que tal conhecer as melhores opções de chá para mau hálito e algumas dicas gerais de como acabar com o mau hálito?

Será que funciona tomar chá de gengibre para mau hálito?

O uso do chá de gengibre para mau hálito pode ser uma das diversas sugestões que alguém pode receber para aliviar o cheiro desagradável na boca. Entretanto, antes de aderir a ele, é essencial saber se a bebida realmente pode ajudar neste sentido.

Pois bem, o gengibre é aromático e possui propriedades antissépticas que podem mesmo auxiliar a combater micro-organismos que podem estar presentes no interior da boca.

Entretanto, precisamos destacar que o que é comumente sugerido é mascar pedacinhos de gengibre para combater o mau hálito.

Pesquisa apontou vantagens do gengibre para o tratamento do mau hálito

Enquanto investigavam como os alimentos podem afetar as ações de
moléculas na saliva, pesquisadores da Universidade Técnica de Munique, na
Alemanha, detectaram que os níveis de uma enzima que atua na decomposição do
enxofre na boca dispararam depois que uma pessoa ingeriu o gingerol, a
substância que concede o sabor picante ao gengibre.

Mas o que isso tem a ver com o mau hálito? Compostos contendo enxofre dos alimentos podem criar um cheiro ruim na boca, contribuindo assim com o mau hálito.

Além de detectarem o efeito do gingerol em relação à enzima que decompõe
o enxofre, os pesquisadores fizeram testes em voluntários humanos para ver como
isso poderia afetar a saliva e o hálito e concluíram que houve uma melhora no
hálito das pessoas.

Os pesquisadores acreditam que, a partir disso, os fabricantes de produtos de higiene oral poderiam aprender como o gengibre funciona e produzir pastas de dente e enxaguantes bucais com o ingrediente.

Entretanto, não está claro quanto de gengibre uma pessoa precisaria
comer ou beber (na forma de chá, por exemplo) para atingir o efeito desejado em
relação ao hálito. Ou seja, não há a confirmação de que o consumo de uma xícara
de chá de gengibre para mau hálito vai acabar com o problema.

Vale lembrar ainda que o consumo excessivo de gengibre, inclusive na forma de chá, pode fazer mal para a saúde. Além disso, o ingrediente só funcionaria para ajudar o hálito nos casos em que a halitose fosse provocada pelo enxofre dos alimentos.

Ir atrás de soluções caseiras pode não ser suficiente

O mau hálito ou
halitose pode ser provocado por diversos fatores como o consumo de determinados
alimentos (cebola e alho, por exemplo), a utilização de tabaco, a má higiene
bucal, a boca seca, o uso de medicamentos e a doença periodontal.

O problema também
pode surgir por conta de infecções ou inflamações crônicas no nariz, nos seios
nasais e na garganta, da formação de pequenas pedras nas amígdalas, de
cânceres, da doença do refluxo gastroesofágico, de distúrbios metabólicos, da
bronquite crônica, da diabetes descontrolada e de doença hepática ou renal, por
exemplo.

Quando o mau
hálito está associado ao acúmulo de bactérias, o dentista pode recomendar o uso
de enxaguante bucal que mata bactérias ou de uma pasta de dente com agente
antibacteriano. Se a halitose for decorrente de uma doença bucal, a solução
será o tratamento da condição em questão.

Já caso o problema
persista e o dentista suspeite que uma condição mais séria pode estar por trás
do mau hálito, ele encaminhará o seu paciente para um médico com o objetivo de
diagnosticar e tratar a real causa da halitose.

Ou seja, o mau hálito não é uma condição que sempre termina em si mesma – ele também pode ser sintoma de uma condição mais grave. Portanto, quem sofre com o problema precisa marcar uma consulta com o dentista para descobrir o que está por trás do surgimento da halitose.

Pode ser que seja algo tão simples como o consumo excessivo de cebola, mas também pode ser uma doença grave que precisa começar a ser tratada o mais rápido possível.

Tratar apenas o
sintoma de uma doença pode mascará-la e atrapalhar a descoberta de sua
existência, retardando o início do seu tratamento, o que pode complicar o
processo de melhora do paciente.

Como fazer chá de gengibre

Ingredientes:

  • 1
    colher de chá de gengibre;
  • 1
    xícara de água.

Modo de preparo:

Colocar o gengibre e a água dentro de uma panela e levar ao fogo durante 10 minutos; Desligar o fogo, tampar e deixar abafar durante 10 minutos; Coar e usar o chá.

Dicas

O ideal é tomar um
chá logo após o seu preparo (não necessariamente tomar todo o conteúdo
preparado de uma vez, pois isso pode ser perigoso para a saúde), antes que o
oxigênio do ar destrua os seus compostos ativos. Um chá costuma preservar
substâncias importantes até 24 horas depois do preparo, porém, depois desse
período, as perdas são consideráveis.

Certifique-se ainda de que os ingredientes que você utilizar no preparo do seu chá de gengibre sejam de boa qualidade, de boa procedência, orgânicos, frescos, estejam bem limpos e higienizados e não tenham a adição de nenhuma substância ou produto que possa prejudicar a sua saúde.

Cuidados com o gengibre

O chá de gengibre não pode ser consumido por pessoas que sofrem com a diabetes, por mulheres que estejam grávidas ou mulheres que se encontrem no processo de amamentação de seus nenéns.

A Biblioteca
Nacional de Medicina dos Estados Unidos alerta que pessoas que fazem uso de
medicamentos diluidores do sangue (anticoagulantes) devem evitar os suplementos
de gengibre, e ainda destacou que pessoas com distúrbios hemorrágicos e
diabetes também devem evitar os suplementos de gengibre.

O gengibre também
não deve ser utilizado por quem sofre com hipertireoidismo e cálculo na
vesícula biliar e que crianças, pessoas com enxaqueca, úlceras e alergias não
devem abusar da raiz. O chá de gengibre também deve ser evitado por pessoas que
sofrem com a pressão alta.

O consumo exagerado da bebida pode provocar efeitos colaterais como gases e inchaço. O chá de gengibre também pode provocar azia e perturbação estomacal.

Outro possível efeito colateral do gengibre é a vertigem. E se a pessoa alérgica ao gengibre tomar o chá preparado à base da raiz, ela pode experimentar sintomas como desconforto na boca ou no estômago ou erupção cutânea.

Referências Adicionais:

Você já ouviu falar que tomar chá de gengibre para mau hálito funciona? Sofre com esse problema e gostaria de testá-lo? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.