Chocolate caseiro

A confecção do “chocolate caseiro” é um processo delicado, que demanda diversos cuidados minuciosos e demora bem algumas semanas.

Mas, obviamente, como toda receita caseira bem feita, produz ao final uma verdadeira delícia para o paladar, verdadeira iguaria.

O chocolate caseiro vai ser o resultado obtido do cozimento das sementes secas e moídas.

Era assim que se fazia na roça, nas casas grandes, nas fazendas e é assim que se produz o melhor chocolate caseiro que já comi.

Se você colhe os frutos diretamente do pé, já deve saber dos cuidados necessários para cortar com uma tesoura, sem machucar a base.

Deixe os frutos descansando por uns dois dias.

Quebre os frutos para retirar as sementes.

Fermente as sementes em ambiente fechado por dois dias, em um recipiente com um furo no fundo, para escorrer o mel.

Agora, durante uns cinco ou seis dias, revolva as sementes a cada dia.

Com isso, a mucilagem que reveste as sementes vai secando e seu cheiro vai mudando de álcool para vinagre.

O material muda para a cor marrom.

Findo o prazo de cinco dias, espalhe as sementes no chão, sobre uma superfície limpa, e deixe-as secando ao sol.

Você pode querer cobri-las, dependendo do seu caso, mas é essencial que fiquem longe de cheiros.

A gordura contida nas sementes absorve facilmente odores do ambiente.

O processo de secagem

Durante mais ou menos uma semana, você deverá manter as sementes secando.

Para isso, em caso de sol muito quente leve-as para a sombra entre onze da manhã e duas da tarde.

À noite é bom mantê-las cobertas, caso o clima seja muito úmido no período da noite.

A secagem bem feita ocorre de dentro para fora, em ritmo lento, até chegar ao ponto em que a umidade não passe de 10%.

Em termos práticos (e caseiros), isso significa até que fiquem bem secas.

A armazenagem das sementes secas deve ser feita preferencialmente em saco de aniagem, em local fresco e seco e distante de odores e aromas.

Além do cuidado com os cheiros nos arredores, e preciso evitar que mofem. Caso isso aconteça, o trabalho foi perdido.

Produção do chocolate caseiro

Agora é que começamos a fabricar o chocolate.

Você vai ter que quebrar as sementes em pedacinhos.

Modo de preparo

Torre um quilo de sementes, em fogo baixo.

Mexa até que comecem a estalar.

Quando a casca estiver saindo com facilidade, retire do fogo e descasque.

Moa as sementes (ou quebre com um martelo, dentro de um pano, o mais miúdo que conseguir).

Pegue um quilo destas sementes quebradas (ou moídas), adicione um litro e meio de leite e açúcar a gosto.

A quantidade de açúcar sugerida é de um quilo e meio para as quantidades de sementes e leite acima, mas você pode ter outras ideias.

Leve ao fogo médio e mexa sem parar, até obter uma massa uniforme, que se solta da panela, como o faz o angu.

Nesta massa não devem restar pedacinhos, como uma farinha, sensíveis ao paladar.

Para evitar isso, quanto mais as sementes forem moídas, quanto mais bem moídas ficarem, mais fina será esta massa no final.

O objetivo é que ela fique o mais compacta e uniforme possível.

O Produto final

Os tabletes são obtidos pelo simples resfriamento desta massa.

E para obter o chocolate em pó, é claro, basta ralar os tabletes.

 

Fontes de inspiração

Wikipedia

Wikinews

 

Resumo do capítulo

  • Receita de chocolate caseiro
  • O processo de secagem
  • Produção do chocolate caseiro

 

Você também pode se interessar em conhecer mais de 900 nomes de frutas

e/ou

todas as frutas  que começam com a letra “C”

chocolate caseiro

Deixe um comentário

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.