Como Melhorar a Dor de Cabeça de Ressaca?

      Comentários desativados em Como Melhorar a Dor de Cabeça de Ressaca?
Dor de cabeça de ressaca

A dor de cabeça de ressaca é um dos piores efeitos sentidos após um dia de exageros com a bebida. A seguir, você saberá exatamente como melhorar a dor de cabeça de ressaca com hábitos simples e alimentos que fazem uma grande diferença.

Antes disso, vale a pena explicar o que causa a dor de cabeça quando consumimos muita bebida alcoólica e assim ficará mais fácil entender como podemos evitá-la ou curá-la.

Veja também um bom apanhado de dicas sobre o que é bom para ressaca no geral e os 15 remédios para ressaca mais usados e seus efeitos.

O que causa a dor de cabeça de ressaca

Para entender como melhorar a dor de cabeça de ressaca é importante saber o que a causa. O álcool contém uma substância química chamada etanol, e ao ingerir bebidas alcoólicas, o seu estômago absorve cerca de 20% de etanol, enquanto que o intestino delgado absorve o restante.

A partir do intestino delgado, o etanol viaja por toda corrente sanguínea e por todo o corpo, incluindo o cérebro.

Quando essa substância química está na corrente sanguínea, ela pode causar dores de cabeça devido à vasodilatação, o que significa que seus vasos sanguíneos se expandiram. Isso pode estimular certos nervos cerebrais, resultando em dor.

Um outro efeito do etanol é que ele também é diurético e faz com que você se desidrate rapidamente, e um dos muitos sintomas da desidratação é a dor de cabeça.

Além disso, o álcool também afeta substâncias químicas e hormônios no cérebro como a histamina e a serotonina, que contribuem para o desenvolvimento da dor de cabeça.

Sendo assim, veja agora algumas dicas que irão te ajudar a evitar e reverter esses efeitos.

Dicas de como melhorar a dor de cabeça de ressaca

1. Alimente-se

É importante que você se alimente antes, durante e depois de consumir bebidas alcoólicas, pois comer ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue equilibrados, e o baixo nível de açúcar no sangue pode piorar a dor de cabeça de ressaca.

Manter bons níveis de açúcar no sangue também pode limitar o acúmulo de ácido no sangue, o que pode evitar não só a dor de cabeça, como também outros sintomas comuns da ressaca, como exaustão e náuseas.

Ingerir bebidas alcoólicas também causa perda de vitaminas, que consequentemente pode causar os sintomas da ressaca como a dor de cabeça. Comer pode manter seus níveis de vitamina lá em cima e potencialmente também prevenir alguns desses sintomas.

2. Conheça os seus limites

Essa dica pode parecer simples para algumas pessoas, mas para outras, principalmente quando já estão embriagadas, pode ser bastante difícil. Porém, se você quer evitar a dor de cabeça de ressaca e todos os outros sintomas, o ideal é não beber mais do que se sente confortável.

Os seus limites não são os mesmos de outras pessoas e muitas vezes há pessoas que nem sentem vontade de beber quando as outras ao redor estão e acabam bebendo por pressão.

A segunda parte é conhecer o seu corpo, escutá-lo e usar as suas experiências passadas como referência. Pode ser que uma bebida não tenha problema, mais duas, três, quatro ou mais pode começar a te deixar tonto e causar vários sintomas desconfortáveis no dia seguinte.

3. Esqueça as receitas milagrosas de ressaca

Não dê atenção para todas as receitas estranhas e milagrosas que prometem ajudar a “curar” uma ressaca. Comer ovos crus, especiarias e os incontáveis conservantes presentes em alimentos processados ou de fast food pode até piorar os sintomas, principalmente vômitos e náuseas.

Opte pelos alimentos básicos e tradicionais que são ricos em vitaminas como as bananas, castanhas, ovos e espinafre.

4. Beba água

Experimente
beber um copo ou uma garrafa de água a cada drink ou bebida, ou tente beber
água antes e depois de ingerir bebidas alcoólicas.

Algumas bebidas além da água pura que poderão te ajudar nessa batalha contra a dor de cabeça de ressaca são a água de coco, bebidas esportivas como o Gatorade e água alcalina reforçada com eletrólitos adicionais, como magnésio e potássio.

Isso porque, como visto anteriormente, o álcool é diurético e faz com que o seu corpo aumente a quantidade de urina produzida, fazendo com que você perca fluidos e eletrólitos em um ritmo mais rápido para que fique desidratado muito mais rapidamente. Se você acabar vomitando, perderá ainda mais líquidos.

Evitar a desidratação significa ter sintomas muito mais leves de ressaca, isso se tiver algum, além de que manter-se hidratado também oferece vários outros benefícios para a saúde.

5. Coloque limites para si mesmo

O seu corpo metaboliza uma quantidade típica de álcool, cerca de 500ml em uma hora ou mais. Então, limite-se a uma bebida por hora, pois irá permitir que o seu corpo elimine o álcool de forma eficiente, fazendo com que a concentração de álcool no sangue permaneça baixa e seja essencialmente eliminada do seu corpo antes do dia seguinte, o que pode te ajudar a evitar completamente a dor de cabeça de ressaca e seus outros sintomas.

6. Dê preferência a bebidas de cores claras

Quanto mais escura for a cor da bebida, pior poderá ser a sua ressaca, pois as bebidas destiladas de cor escura, como whisky, conhaque e Bourbon, por exemplo, contêm grandes quantidades de congêneres.

Os congêneres provêm do processo de fermentação ou destilação usado para produzir essas bebidas mais escuras. Alguns dos congêneres mais comuns são a acetona, taninos e acetaldeído.

Essas substâncias aumentam as probabilidades de você sofrer com os sintomas como a dor de cabeça de ressaca. Por isso, opte por bebidas como por exemplo a vodka ou gin para minimizar a ressaca do dia seguinte.

7. Evite consumir álcool na manhã seguinte

Há muitas pessoas que garantem que consumir um pouco de bebida alcoólica na manhã seguinte irá acabar com a sua ressaca, mas as pesquisas que provam que isso funciona são limitadas. Além disso, beber mais álcool quando o seu corpo já está tendo que lidar com sintomas de ressaca pode piorá-los ou ser apenas uma correção temporária antes que os sintomas retornem.

8. Lembre-se de que as pessoas são diferentes umas das outras

Nem todo mundo sente os mesmos efeitos de ressaca na manhã seguinte. Na verdade, seus genes por si só respondem por quase metade das variáveis que contribuem para a reação do seu corpo ao álcool.

A
outra metade das variáveis que contribuem para a sua ressaca incluem:

  • O seu peso corporal;
  • Deficiências enzimáticas que fazem você ficar com o rosto avermelhado ou enjoado quando consome bebidas alcoólicas;
  • Os medicamentos que está tomando;
  • Se você é mulher ou homem;
  • A rapidez com que bebe – uma bebida por hora versus várias bebidas em uma mesma hora;
  • Quanto você come.

Remédios

Além
de todas essas dicas, existem os remédios vendidos tanto para ressaca como para
dores de cabeça.

Dentre eles estão os analgésicos de venda livre nas farmácias, como por exemplo a aspirina, ibuprofeno ou naproxeno sódico e o Engov, que atua reduzindo os processos inflamatórios e aliviando os sintomas da ressaca.

Para saber qual o melhor medicamento para a sua dor de cabeça de ressaca, consulte um farmacêutico ou o seu médico.

Quando ir ao médico

Ingerir muitas bebidas alcoólicas de uma só vez pode levar ao envenenamento por álcool, e se não for tratado, isso pode ter consequências a longo prazo ou até mesmo resultar em morte.

Obtenha ajuda médica de emergência se você ou alguém com quem você esteja junto estiver com qualquer um dos seguintes sintomas:

  • Confusão
    mental;
  • Arrepios;
  • A
    pele mudar de cor para um tom azul escuro ou roxo;
  • Vômitos;
  • Convulsões
  • Pausa
    de 10 segundos ou mais entre as respirações;
  • Desmaiar
    e ficar inconsciente sendo incapaz de acordar.

Se você achar que não é capaz de controlar o quanto você bebe ou não consegue parar de beber mesmo que isso esteja te causando dor física e/ou emocional, talvez seja necessário procurar tratamento para o alcoolismo.

O primeiro passo para enfrentar o alcoolismo é reconhecer que você tem um problema com o álcool, assim como tudo o que ele pode estar causando em sua vida. Depois que você atingiu esse ponto muito importante, fale com o seu médico, terapeuta ou um conselheiro que possa te ajudar recomendando um tratamento para a dependência do álcool e lembre-se de que você não está sozinho – isso acontece com várias pessoas de várias idades em todo o mundo.

O mais importante para evitar a dor de cabeça de ressaca no dia seguinte é a moderação, por isso vá devagar com o consumo de bebidas alcoólicas e experimente uma ou mais dessas dicas para saber qual a que funciona melhor para você. Comece comendo alimentos saudáveis e bebendo muita água antes, durante e depois de beber álcool.

Tomar medidas preventivas é a melhor maneira de melhorar a dor de cabeça de ressaca antes mesmo dela começar.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você costuma sentir muita dor de cabeça de ressaca? Pretende experimentar uma dessas dicas na próxima vez? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.