Como Plantar Agrião em Casa – Passo a Passo e Cuidados

      Comentários desativados em Como Plantar Agrião em Casa – Passo a Passo e Cuidados
Plantio de agrião

O agrião serve como fonte de diversos nutrientes para o nosso organismo, como cálcio, manganês, potássio, magnésio, fósforo, vitamina K, vitamina C, vitamina A, vitamina E, vitamina B1, vitamina B2 e vitamina B6, além de um pouco de fibras. Aproveite todos os benefícios desses nutrientes aprendendo como plantar agrião em casa, ou seja, da forma mais natural e orgânica possível.

Dessa forma, plantando o seu próprio agrião, você garante o consumo de uma versão do alimento que não tenha recebido agrotóxicos. Por isso, vale a pena aprender como plantar agrião em casa com o passo a passo que fizemos abaixo.

Antes de mais nada, vale a pena conhecer todos os benefícios do agrião para a saúde e boa forma e aprender como fazer algumas receitas de salada de agrião para dar uma variada na dieta.

Mas qual é o problema com os agrotóxicos?

Antes de propriamente conhecermos algumas dicas de como plantar agrião em casa, vale a pena entender quais prejuízos já foram atribuídos aos agrotóxicos.

De acordo com o portal do Ministério da Saúde, os agrotóxicos são definidos no Brasil por Lei como “produtos e agentes de processos físicos, químicos ou biológicos, destinados ao uso nos setores de produção, no armazenamento e beneficiamento de produtos agrícolas, nas pastagens, na proteção de florestas, nativas ou implantadas, e de outros ecossistemas e também de ambientes urbanos, hídricos e industriais, cuja finalidade seja alterar a composição da flora ou da fauna, a fim de preservá-las da ação danosa de seres vivos considerados nocivos; substâncias e produtos, empregados como desfolhantes, dessecantes, estimuladores e inibidores de crescimento”.

O portal do Ministério da Saúde também informa que o uso contínuo,
indiscriminado e inadequado dessas substâncias é considerado um relevante
problema ambiental e de saúde pública.

Segundo o portal, “os efeitos à saúde humana, decorrentes da
exposição direta ou indireta aos agrotóxicos podem variar de acordo (com) a
toxicidade, tipo de princípio ativo, dose, tempo de exposição e via de
exposição”.

Estudos realizados pelo aluno de doutorado em Saúde Pública e Meio Ambiente da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Ensp/Fiocruz), Cleber Cremonese, indicaram que parte dos agrotóxicos pode desregular o sistema endócrino, alterando os níveis de hormônios sexuais e provocando efeitos prejudiciais, especialmente para o sistema reprodutor.

Essas reações podem incluir câncer de mama, câncer de ovário,
câncer de testículo, câncer de próstata, desregulação do ciclo menstrual,
infertilidade, baixa na qualidade do sêmen e malformação de órgãos reprodutivos.

Em suas pesquisas, Cremonese avaliou moradores de Farroupilha (RS)
– em um primeiro estudo, ele trabalhou com homens e mulheres adultos,
trabalhadores rurais e seus familiares, que tinham entre 18 a 69 anos; no
segundo ele analisou jovens das zonas rurais e urbanas com idade entre 18 a 23
anos.

Para chegar aos resultados apontados, o doutorando coletou
amostras de sangue e sêmen e aplicou questionários.

Ele concluiu que seus estudos sugerem que as exposições crônicas aos agrotóxicos interferem na regulação dos hormônios sexuais nos adultos e na qualidade do sêmen dos jovens nas regiões onde o estudo foi conduzido.

Cleber afirmou ainda que o uso dos agrotóxicos já foi associado a
outros problemas de saúde como doenças neurodegenerativas como Parkinson,
distúrbios cognitivos, transtornos psiquiátricos, alterações respiratórias e
imunilógicas, problemas no fígado e nos rins e complicações na gestação como
aborto, malformações congênitas e baixo peso ao nascer.

O doutorando defende intervenções de curto, médio e longo prazo
para diminuir ou minimizar os problemas causados pelos agrotóxicos à saúde dos
grupos de risco em relação aos efeitos dessas substâncias.

Como plantar agrião em casa

Confira a seguir um passo a passo com instruções para diferentes métodos
de plantio de agrião:

– Como plantar agrião em vaso

  1. Adquirir as sementes de agrião em lojas de jardinagem ou através da internet. As variedades mais conhecidas são o agrião comum ou agrião d’água e o agrião de jardim.
  2. Selecionar o vaso que receberá o plantio da hortaliça: ele deve ser grande e ter buracos de drenagem com, no mínimo, 15,2 cm de profundidade. É preferível que o vaso seja de plástico, mas não de terracota, já que este último material seca rápido demais para o agrião.
  3. Recomenda-se colocar uma camada de tecido geotêxtil no fundo do vaso para impedir que o substrato escape na hora da rega. Devem ser acrescentados pedaços de pote de barro ou pequenos seixos (pedrinhas ou cascalhos) em cima do tecido geotêxtil para permitir que a drenagem seja boa.
  4. Outra sugestão é colocar embaixo do vaso uma bandeja de drenagem que seja maior do que ele para manter as plantas bem regadas o tempo todo. Também dá para colocar pequenos seixos nessa bandeja para que a água flua livremente pelo vaso.
  5. Escolher um substrato que seja de uma mistura sem terra, que drene bem, possua musgo e perlite ou vermiculita e tenha um pH entre 6,5 a 7,5. Então, encher o vaso com o substrato, deixando um espaço de aproximadamente 5 cm em relação à borda superior do recipiente. Após, regar bem.
  6. Adicionar as sementes em torno de 0,6 cm dentro do substrato, certificando-se de que haja um espaço entre 7,5 cm a 10 cm entre cada uma delas.
  7. O vaso deve ser colocado em um local que receba a luz solar indireta para que o agrião tenha acesso a seis horas de luz natural por dia. Entretanto, é necessário evitar que ele receba diretamente os raios solares porque as plantas jovens correm o risco de serem queimadas. Com isso, o vaso para o cultivo do agrião pode ser mantido em um ambiente fechado (respeitando os padrões já apresentados) ou colocado do lado de fora quando a temperatura estiver mais amena, entre 13º C a 24º C.
  8. Acrescentar na água da bandeja de drenagem uma pequena quantidade de fertilizante genérico e solúvel em água, conforme as indicações da embalagem do produto.
  9. Regar muito: ao ponto de encharcar o substrato de modo que a água encha a bandeja de drenagem até a metade, porém sem ficar acima do vaso. A água da bandeja deve ser substituída por água fresca a cada dois ou três dias. O solo deve ser regado com uma garrafa spray diariamente.
  10. Uma orientação para que o solo seja mantido intacto é cobrir a superfície com um plástico fino e transparentes, que contenha furinhos. Isso vai reter a água e permitir a circulação de ar. Esse plástico pode se retirado quando houver o início do aparecimento dos brotos.

Hora da colheita: a partir do momento em que as plantas alcançarem entre 12,5 a 15 cm de altura, você deverá cortar os primeiros 10 cm conforme a necessidades. Vale lembrar que as colheitas periódicas estimulam novos crescimentos. No entanto, recomenda-se evitar cortar mais do que um terço de cada plantinha para que ela continue com uma folhagem suficiente para crescer mais.

Após colher o agrião, lavar bem: enxaguar na água fria, secar e usar imediatamente. A hortaliça também pode ser armazenada ao longo de alguns dias dentro da geladeira.

Outras dicas e alertas:

  • Manter o local ao redor do
    agrião livre de ervas daninhas e aplicar um pouco de manta vegetal com o
    objetivo de manter a umidade e bloquear essas ervas daninhas;
  • Caso perceba a presença de
    moscas-brancas embaixo das folhas das plantas, removê-las e limpar com água e
    sabão de periodicamente;
  • Retirar também as lesmas e os
    caracóis que eventualmente apareçam;
  • Não utilizar herbicidas,
    inseticidas e pesticidas nas plantas ou perto delas, pois elas absorvem
    facilmente esses produtos, que podem prejudicar a saúde humana;
  • Se o cultivo do agrião ocorrer
    próximo a um riacho ou corrente, teste a água para verificar se ela não possui
    poluentes perigosos ou não está contaminada.

– Como plantar agrião na água

Levando em consideração todas as recomendações passadas acima – em relação ao clima, ao solo, ao pH, à colheita e demais aspectos do plantio do agrião, confira como plantar agrião em casa na água:

  1. Separe os materiais que serão necessários: sementes de agrião, papel toalha, vasos de aproximadamente 7,5 cm com turfa, terra para vaso e balde.
  2. Molhar um papel toalha e espalhar as sementes de agrião nele. O papel toalha deve der umedecido diariamente e, se quiser, você também pode colocá-lo dentro de um saquinho fechado para que ele seja mantido úmido.
  3. Esperar o agrião germinar, o que geralmente demora em torna de 10 dias. Depois que isso acontecer, encher os vasos de aproximadamente 7,5 cm com a terra ou substrato para vaso. Então, espalhar as sementes germinadas na terra ou substrato de cada um desses vasinhos.
  4. Certificar-se de manter a terra ou substrato bastante úmida. Em três semanas, é esperado que as mudas estejam grandes o suficiente para serem transferidas para a água.
  5. Encher um balde pela metade com água fria e limpa. Com bastante cuidado, remover as plantas de agrião da terra ou substrato e colocá-las na água. É esperado que o agrião continue a formar raízes na água.
  6. Repor a água do balde diariamente porque o agrião exige água limpa para crescer.

Outras dicas:

  • Cortar as folhinhas de agrião
    para colhê-las, porém, deixar as raízes, já que novas folhas crescerão,
    permitindo uma nova colheita;
  • Evitar plantar o agrião em
    lagos de jardim, em que a água geralmente é suja e parada.

– Como plantar agrião em garrafa pet

Mais uma vez, leve em consideração todas as recomendações passadas
acima – em relação ao clima, ao solo, ao pH, à colheita e demais aspectos do
plantio do agrião, na hora em que for plantar a hortaliça na garrafa pet.

Como não encontramos um passo a passo de como plantar agrião em casa em garrafa pet especificamente, resolvemos trazer orientações gerais a respeito do plantio de hortaliças em garrafa pet, que podem funcionar com o agrião:

  1. Separar os materiais necessários: tesoura, alicate, arame, garrafa pet, isopor, manta de drenagem para jardinagem e hortaliças.
  2. Fazer furos largos em todas as saliências (pontinhas) do fundo da garrafa pet. Cortar uma janela na lateral da parte intermediária da garrafa.
  3. Cobrir o fundo da garrafa pet com pedaços de isopor. Cortar a manta de drenagem no formato de um círculo, que deve ter um diâmetro um pouco maior que o da garrafa, e colocá-la sobre o isopor, de modo que ele seja completamente coberto.
  4. Em outro recipiente, preparar a terra, que deve ser composta por 50% de terra comum e 50% de terra preta. Então, preencher a garrafa pet até a metade com o preparado. Colocar a hortaliça, ajeitar bem e adicionar mais um pouco do preparado, em volta da planta. Dar uma batidinha firme com a garrafa para firmar o solo. Completar até atingir um dedo abaixo da altura da parte inferior da janelinha feita na garrafa, para que a água não transborde quando a hortaliça for regada.
  5. Fazer um gancho com o arame e amarrá-lo no gargalo da garrafa pet. Ele servirá para deixar a garrafa suspensa.

Este passo a passo de como plantar hortaliças em garrafa pet
também está disponível no vídeo a seguir:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sabia como planta agrião em casa? Pretende experimentar o cultivo dessa hortaliça para aproveitar seus benefícios? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.