Faz Mal Comer Ovo com Febre?

      Comentários desativados em Faz Mal Comer Ovo com Febre?

Embora aquela ideia de que o ovo é um vilão que só faz mal para a
dieta tenha sido derrubada, há quem se pergunte se o alimento não pode ser
prejudicial para a saúde em determinadas circunstâncias. Uma dessas suposições
é que faz mal comer ovo com febre.

Mas será que esse alimento que é reconhecido como uma excelente
fonte de proteínas e fornece nutrientes como selênio,
fósforo, ferro, iodo, vitamina A, vitamina B2, vitamina B5, vitamina B7,
vitamina B9, vitamina B12, colina (uma vitamina do complexo B), vitamina D e
vitamina E, realmente pode ser prejudicial para uma pessoa que se encontra em
estado febril?

Ou mesmo estando com
febre vale a pena incluir o alimento nas refeições para aproveitar os benefícios do ovo ?

Será que é verdade mesmo que faz mal comer ovo com febre?

De acordo com a
nutricionista e psicanalista Ana Perdigão, isso não passa de um mito. A
nutricionista esclareceu essa história ao responder um questionamento de uma
internauta que queria saber justamente se comer ovo enquanto está com febre
pode prejudicar a saúde.

“Não.
Isso não passa de mito. Claro que se a febre é devido a uma infecção ou
intoxicação alimentar, por exemplo, o consumo de ovo é restrito ou retirado da
alimentação, temporariamente. Mas, febre em geral não impede consumo de ovos.
Sejam eles fritos ou cozidos”, declarou Perdigão.

Caso
desconfie que seja uma infecção ou intoxicação alimentar a responsável por
provocar um estado febril em você, devido aos outros sintomas que acompanham a
febre, procure o auxílio de um médico para receber o diagnóstico preciso e
saber direitinho todos os cuidados que necessitará ter em relação à sua
alimentação a partir de então.

Os nutrientes dos ovos podem ser úteis para quem está com febre ou doente

Ao contrário do que
afirmar que faz mal comer ovo com febre, é possível dizer que o alimento pode
ter a sua utilidade para a pessoa que adoeceu e está manifestando o sintoma.

Ao questionar quais são
os melhores alimentos para se consumir enquanto está com febre, encontramos uma
afirmação da Discovery Heath, que sugeriu comer itens como aves, ovos, carnes magras, peixes, nozes, sementes e legumes, caso o estômago esteja bem.

A justificativa
apresentada pelo pessoal da Discovery Health é que esses alimentos servem como
fonte de proteínas, zinco, selênio, vitamina B6 e vitamina B12, que fortalecem o sistema
imunológico
.

No mesmo sentido, a
nutricionista Emily Cruwys explicou que a ingestão de proteínas durante um
estado febril pode auxiliar a fornecer ao sistema imunológico a energia que ele
necessita para combater a infecção que originou a febre. As sugestões incluem
consumir pequenas quantidades de alimentos suaves como ovos mexidos, tofu
sedoso mexido ou escalfado ou carne de frango ou peru sem pele e sem tempero.

Mesmo quando a pessoa
não encontra-se doente, o seu organismo necessita de proteínas para criar força
e para a manutenção da força já existente. Ao lado da vitamina B12, a vitamina
B6 encontrada na composição dos ovos contribui para que o sistema imunológico
mantenha-se trabalhando como deveria.

Quando está com febre, a
pessoa pode apresentar outros sintomas decorrentes da condição que provocou a
febre e não sentir-se muito disposta para preparar e consumir uma refeição
maior ou mais pesada com proteínas. É bem aí que o ovo se destaca entre outras
fontes de proteínas.

Isso porque, o ovo se
apresenta como vantajoso para essa situação porque é um alimento com proteínas muito mais fácil de ser preparado e digerido do que uma carne,
por exemplo.

O outro lado da moeda (ou do ovo): fuja dos crus

Tudo porque os ovos crus podem conter a bactéria Salmonella, cuja ingestão resulta na
chamada salmonelose ou infecção por Salmonella, uma doença bacteriana que
atinge o trato intestinal.

Embora não provoque
sinais em todas as pessoas afetadas pela bactéria, existem casos em que a
infecção por Salmonella pode provocar sintomas como febre, náusea, vômito,
cólicas abdominais, diarreia, calafrios, dor de cabeça e sangue nas fezes. Se
isso já seria ruim para qualquer pessoa, imagine só como pode ser péssimo para
uma pessoa que já se encontra doente e com febre?

Até porque a infecção
por Salmonella pode causar complicações como desidratação, aumento do risco de
desenvolvimento de artrite reativa (síndrome de Reiter) e bacteremia, que é
quando a infecção da Salmonella atinge a corrente sanguínea, podendo afetar
tecidos do corpo.

Ainda que para
determinados grupos de pessoas como as mulheres grávidas, os bebês, as crianças
pequenas, os adultos mais velhos, os pacientes que receberam transplante e os
indivíduos com o sistema imunológico enfraquecido, o desenvolvimento de
complicações da infecção por Salmonella pode ser perigoso.

Portanto, quer você
esteja com febre, quer encontra-se sem febre, o melhor mesmo é não se arriscar
com os ovos crus, aumentando a chance de contrair uma infecção por Salmonella,
não é mesmo?

Referências adicionais:

Você já se perguntou se faz mal comer ovo com febre? Conhece alguém que possa confirmar? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.