Frango é Remoso?

      Comentários desativados em Frango é Remoso?
Frango

Frango assado, grelhado, refogado, na salada, na torta, no sanduíche natural… Podemos consumir esta fonte de proteínas de diversas maneiras e dentro de uma série de receitas. Mas será que ele faz mal em determinadas situações? Veja a seguir se o frango é remoso ou não.

Podemos encontrar nutrientes como vitamina B3, vitamina B6, fósforo e selênio no frango. Entretanto, a maneira de preparar o alimento e os ingredientes que são adicionados à receita com o frango modificam os seus valores nutricionais.

Por exemplo, fritar o frango por imersão e/ou consumir a pele aumenta significativamente a quantidade de gorduras. Empaná-lo adiciona carboidratos. Suas vitaminas são facilmente destruídas pelo calor, luz e outras condições. Ferver o frango na água pode retirar as vitaminas do complexo B. Métodos de cozimento de calor seco, como grelhar, podem reter melhor esses nutrientes.

Aproveite para conhecer receitas saudáveis de frango rápidas e fáceis, veja se a pele de frango faz mal mesmo e aprenda como fazer um molho de iogurte para acompanhar seu frango.

Mas será que, além de escolhermos uma estratégia saudável para melhorar o alimento, precisamos nos preocupar se, por si só, ele não pode prejudicar a saúde de alguma maneira? Por exemplo, você já ouviu falar que o frango é remoso?

O que são alimentos remosos?

Nosso ponto de partida para entendermos se o frango é remoso será, primeiramente, compreender o que caracteriza um alimento remoso.

Pois
bem, de acordo com o dicionário, a expressão remoso significa “capaz de
prejudicar a saúde, que faz mal à saúde, especialmente ao sangue […]”. O
termo ainda pode sofrer uma pequena variação e ser chamado de reimoso.

O
termo reimoso não se trata de uma classificação científica, mas é uma expressão
antiga, associada à sabedoria popular, que também pode definir os alimentos que
podem provocar inflamação na pele, em decorrência de uma reação alérgica.

Chama-se
popularmente de reima, algo que pode ser considerado um alergênico e que causa
reações como coceira, diarreia e intoxicações mais sérias em algumas pessoas.

Os alimentos remosos ou reimosos também são conhecidos pela alcunha de “alimentos carregados” e explicou que essas comidas costumam apresentar quantidades elevadas de proteína e gordura animal.

E então, será que o frango é remoso?

As frituras são classificadas dentro do grupo dos alimentos remosos ou reimoso. Portanto, o frango teoricamente entraria nesta categoria nos casos em que for preparado desta forma.

Pratos como batata frita, pastel,
fast food e salgados também são considerados frituras. Vale lembrar que o
frango também pode aparecer como recheio de pasteis, salgados e de produtos de
redes de fast food.

Outros produtos apontados como reimosos ou remosos foram: refrigerantes, sucos prontos, carnes de porco e carnes processadas como presunto, mortadela, salsicha, linguiça, bacon e salame, doces, biscoitos recheados, bolos, massas prontas para bolos, chocolates, barras de cereal, macarrão instantâneo, caldo de carne em cubo, comida pronta congelada, sorvetes e bebidas alcoólicas.

O consumo excessivo desses alimentos aumenta a inflamação e dificulta o processo de cicatrização da pele, podendo também levar a outros problemas de saúde como dores de cabeça, colesterol elevado e diabetes.

O ideal é que esses alimentos não façam parte da rotina alimentar, e que não sejam consumidos pelo menos por uma semana após a realização de uma cirurgia, colocação de um piercing ou tatuagem, por exemplo. Aproveite e veja o que não pode comer quando faz tatuagem.

Alergias às carnes

De acordo com informações do Colégio Americano de Asma, Alergia e Imunologia (ACAAI), quem apresenta alergia a algum tipo de carne – condição que pode ser desenvolvida em qualquer período da vida – também pode ser alérgico a outros tipos de carne como a carne de aves como o frango, a carne de peru e a carne de pato.

Quando uma pessoa é alérgica à carne,
o seu corpo considera o alimento uma ameaça física e o sistema imunológico
produz os anticorpos específicos imunoglobulina E para combater a “ameaça”,
explicou a organização.

Esses anticorpos são anexados a
células imunitárias no corpo e, com isso, cada vez que a pessoa consumir a
carne, o alérgeno (a substância responsável por provocar a alergia) se ligará a
esses anticorpos imunoglobulina E, fazendo com que as células liberem quantidades
massivas de histamina e outras substâncias químicas para tentar proteger o
organismo, completou a ACAAI.

Segundo a instituição, são essas substâncias químicas que podem desencadear o aparecimento de sintomas de uma reação alérgica, que podem variar de nível leve a severo e incluir problemas como:

  • Urticária
    (erupção ou lesão que provoca manchas ou placas vermelhas com coceira na pele)
    e erupção cutânea;
  • Náusea,
    cólicas estomacais, diarreia, indigestão e vômito;
  • Nariz
    entupido e escorrendo;
  • Espirro;
  • Dor de
    cabeça;
  • Asma;
  • Anafilaxia
    – uma reação alérgica severa e potencialmente fatal que restringe a respiração
    – trata-se de uma emergência médica que pode fazer o corpo entrar em choque e
    envolve sintomas como perda de consciência, queda na
    pressão, erupção cutânea, vertigem, náusea, vômito e pulso rápido e fraco são
    sinais da anafilaxia, informou a Mayo Clinic, organização da área de serviços
    médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos.

Caso depois de consumir um prato com
frango ou com qualquer outro tipo de carne, você experimentar qualquer um
desses sintomas ou outro indicativo de uma reação alérgica, procure
imediatamente o auxílio médico, ainda que o sinal em questão não aparente ser
tão grave assim.

Isso é fundamental para ter o diagnóstico
correto e descobrir se tem realmente a alergia ao frango ou ao outro tipo de
carne em questão, receber o tratamento que for necessário e saber direitinho
que cuidados precisará seguir em sua alimentação e dia a dia para evitar uma
nova reação alérgica.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que frango é remoso? Consome com frequência no seu dia a dia? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.