Grão-de-Bico Dá Gases?

      Comentários desativados em Grão-de-Bico Dá Gases?
Grão-de-bico

Veja a seguir se grão-de-bico dá gases mesmo ou se essa é apenas uma percepção errônea de quem consome o alimento e acaba sofrendo com flatulências.

O grão-de-bico é uma leguminosa nutritiva que serve como fonte de fibras alimentares, além de carboidratos, proteínas, ferro, magnésio, fósforo, zinco, cobre, manganês, selênio, vitamina B6, vitamina B9, colina (vitamina do complexo B) e vitamina K.

O alimento é popular especialmente entre os habitantes da Índia, Arábia, Espanha e México. Acredita-se que o grão-de-bico seja originário da Ásia Menor, região de onde foi disseminado para a Índia e a Europa.

Aproveite para conferir todos os benefícios do grão-de-bico para a saúde e boa forma e conheça uma lista de alimentos que provocam gases que, se você geralmente sofre com o excesso de flatulência, deve evitá-los.

Mas é verdade que o grão-de-bico dá gases?

Do
alto de todo o seu valioso perfil nutricional, será que o grão-de-bico dá gases
mesmo? Ou isso não passa de uma suposição errada?

Bem, parece que essa ideia não está tão equivocada não. Uma mostra disso é que muitos nutricionistas classificam o grão-de-bico dentro do grupo dos principais alimentos que podem provocar os gases.

Entretanto, você já parou para pensar por quais motivos o alimento pode fazer com que uma pessoa fique com mais flatulência?

De acordo com o mestre em medicina tradicional chinesa, Solomon Branch, o grão-de-bico é rico em fibras, um nutriente benéfico para o trato digestivo, mas que também pode provocar os gases.

Os alimentos que apresentam um teor elevado de fibras costumam ser causadores de sintomas como os gases e o inchaço. O grão-de-bico também contém rafinose – um açúcar encontrado em muitos membros da família das leguminosas. Os seres humanos carecem da enzima para digerir a rafinose, então ela passa para a bactéria no intestino grosso para ser decomposta – um processo que cria gases em algumas pessoas.

Seguindo essa mesma linha, a nutricionista Megan Ware explicou que as leguminosas, como o grão-de-bico, são compostas por oligossacarídeos conhecidos como galactanas ou açúcares complexos que o corpo não pode digerir porque carece da enzima alfagalactosidase, que é necessária para decompor essas substâncias. A especialista também destacou que a rafinose é considerada um oligossacarídeo.

“Como
resultado, o consumo de leguminosas como os grãos-de-bico é conhecido por
causar gases intestinais e desconforto em algumas pessoas”, ressaltou a
nutricionista.

O consumo excessivo de grão-de-bico e os gases

Consumir muito grão-de-bico pode não somente provocar como aumentar os gases.

“Qualquer um que experimentar sintomas quando comer leguminosas (como o grão-de-bico) deve introduzi-las lentamente dentro da sua dieta. Outra opção é escorrer a água usada para deixar os legumes secos de molho. Isso remove dois oligossacarídeos, rafinose e estaquiose, e elimina alguns dos problemas digestivos”, aconselhou a nutricionista Megan Ware.

A culpa não é só da alimentação

Além
de saber se o grão-de-bico dá gases, é importante conhecer quais outros fatores
– não somente a nossa alimentação – podem interferir na produção de gases no
organismo.

O professor Charles Mueller explicou que os gases que soltamos não são produzidos somente pelos alimentos que consumimos, mas também pelo ar que engolimos, que acaba passando pelo trato gastrointestinal.

No mesmo sentido, o gastroenterologista, professor clínico associado de medicina da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e PhD David Poppers esclareceu que os gases são uma combinação entre dois fatores: o ar que engolimos, ao comermos muito rapidamente, e o alimento que consumimos.

A
nutricionista Abby Langer explicou ainda que doenças gastrointestinais sérias
também podem ser a principal causa dos gases. Eles ainda podem estar
relacionados ao uso de alguns medicamentos e a problemas na flora intestinal,
completou a especialista.

“Para aqueles que não têm um problema de fundo (para provocar os gases, como as doenças gastrointestinais), a quantidade de gases que nós temos está diretamente relacionada com a quantia de alimento e/ou ar não digerido no nosso cólon. Se estamos comendo coisas que o nosso corpo não está decompondo, nós vamos ter gases”, completou Langer.

Ainda
que seja constrangedora, a flatulência é uma função normal do corpo, completou
o PhD Charles Mueller. Ele alertou ainda que devemos nos preocupar mais quando
não estivermos soltando gases do que quando a flatulência aparecer.

Mueller orientou também a procurar o auxílio médico quando ocorrerem mudanças nos hábitos intestinais que não se resolvem sozinhas como cólicas, inchaço, prisão de ventre, diarreia, não ter flatulência alguma ou o aparecimento de muitos gases.

Referencias Adicionais:

Você já tinha percebido que o grão-de-bico dá gases em você? Costuma consumi-lo com certa frequência na dieta? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.