Grávida Pode Comer Canela?

      Comentários desativados em Grávida Pode Comer Canela?
Canela

A canela é um daqueles ingredientes que não passam despercebidos dentro de uma receita. Assim que damos a primeira mordida, já notamos sua presença. Veja a seguir se grávida pode comer canela ou precisa evitar esse ingrediente por algum motivo específico que comprometa sua saúde ou do bebê.

Aproveite para já conhecer também todos os benefícios da canela para a saúde e boa forma e confira alguns alimentos perigosos para grávidas que devem ser evitados.

A grávida pode comer canela ou não pode?

A canela não é indicada para as gestantes porque pode provocar um aumento nas contrações do útero, elevando assim os riscos de que a mulher sofra um aborto.

Um
documento de autoria da farmacêutica e acupunturista Gisele Damian Antonio para
a Secretária de Estado da Saúde do Governo de Santa Catarina, intitulado
“Plantas medicinais para uso na gravidez, parto e durante a amamentação”,
também apresentou a canela (Cinnamomum
cassia
) como uma das plantas contraindicadas para a gestação.

Por
conta da ausência de evidências a respeito de sua segurança, a canela não pode
ser utilizada como um tratamento por mulheres que estejam grávidas, mulheres
que se encontram no período do aleitamento dos seus nenéns e por crianças.

Apesar dos riscos de reações adversas trazidos pelos alimentos que contêm a especiaria para as gestantes sejam pequenos, por questões de segurança, é de fundamental importância que a mulher que esteja grávida consulte o médico em relação à ingestão de qualquer receita ou produto com canela – inclusive as comidas mais básicas do dia a dia, que levam apenas pequenas quantidades do ingrediente.

Se
o profissional autorizar algum tipo de uso da canela, é necessário que a
gestante também pergunte a ele qual o limite máximo da especiaria que ela pode
ingerir diariamente para não correr o risco de trazer problemas para o seu
neném.

Vale ressaltar que a ingestão excessiva de canela pode ser prejudicial para qualquer pessoa – não somente para as mulheres grávidas. Por exemplo, confira se canela aumenta a pressão arterial mesmo.

A relação entre o chá de canela e o aborto

Apesar de não existir um consenso quanto à ideia do chá de canela provocar o aborto ou não, a bebida costuma ser contraindicada para gestantes.

Embora algumas pesquisas apontem para uma relação direta entre o chá de canela e o aborto e o fato da parede interna do útero ser recoberto por uma mucosa fazer com que seja possível que a bebida interfira na gestação, ainda faltam evidências que possam comprovar que o chá é realmente abortivo.

Mesmo com essa incerteza, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e grande parte dos obstetras e nutricionistas não aconselham que a grávida pode comer canela e, consequentemente, o chá de canela.

Os suplementos com canela

A maioria das operadoras de saúde recomenda que as mulheres grávidas não façam uso de suplementos de casca de canela.

Ainda
não foi estabelecido por meio de estudos uma dosagem segura da casca de canela
para as gestantes. Como as pesquisas ainda não avaliaram a segurança da canela
ao longo de uma gravidez, a maioria dos riscos atribuídos a ela são teóricos.

Uma vez que os fetos não possuem sistemas de desintoxicação bem desenvolvidos e os seus organismos são sensíveis às toxinas dos alimentos e dos medicamentos, teoricamente, a canela pode danificar os órgãos do feto que ainda se encontram em desenvolvimento ou contribuir com malformações congênitas.

Os
efeitos da canela em relação ao útero também são poucos pesquisados e não se
sabe se ela pode desencadear contrações no órgão ou estimular o parto
prematuro.

O risco da interação com medicamentos

Outro
motivo importante para consultar o médico antes de tomar suplementos com canela
é que os produtos podem interagir com antibióticos, medicamentos para o
tratamento da diabetes, remédios do coração e anticoagulantes.

Portanto, se você utiliza um desses ou qualquer outro tipo de remédio, suplemento ou planta, consulte o seu médico para verificar se não pode fazer mal consumir a canela – ainda que seja em quantidades pequenas por meio de alimentos – ao mesmo tempo em que utiliza o remédio, suplemento ou planta em questão.

Além de saber se a grávida pode comer canela

É fundamental que, a partir do momento em que descobre a sua gestação, a futura mamãe passe a contar com o acompanhamento de um médico e de um nutricionista para saber tudo o que pode e não pode fazer, comer e beber ao longo de toda a sua gravidez.

São esses profissionais que devem dar a resposta definitiva em relação à pergunta se a grávida pode comer canela ou não.

Além
disso, esse acompanhamento com o médico e com o nutricionista precisa ser
individualizado, ou seja, específico para cada gestante, tendo em vista que uma
gravidez pode ter diferenças em relação à outra. Por exemplo, algumas gestações
são de maior risco e a mãe e/ou o neném apresentam problemas de saúde que
exigem cuidados especiais.

Lembre-se ainda de que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as orientações e opiniões profissionais e qualificadas do médico e do nutricionista.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar se grávida pode comer canela ou não? O que foi recomendado pelo seu médico durante a gravidez? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.