Grávida Pode Tomar Café?

      Comentários desativados em Grávida Pode Tomar Café?
Grávida tomando café

Uma mulher que é fã de café ao longo de toda a sua vida e não fica um dia sequer sem tomar a bebida, pode continuar a consumi-la depois que descobre que está esperando um neném? Veja se grávida pode tomar café ou não a seguir.

Aproveite também para conhecer todos benefícios do café para a saúde e boa forma e conferir uma lista de alimentos perigosos que grávidas devem evitar.

Grávida pode tomar café?

De acordo com informações, o café cafeinado é provavelmente seguro para as gestantes, desde que consumido em quantidades iguais ou menores a duas xícaras diariamente – porção que corresponde a aproximadamente 200 mg de cafeína.

A grávida pode tomar café, porém, apenas com moderação. O metabolismo da cafeína é diminuído na gestante, o que faz com que a substância circule durante mais tempo na corrente sanguínea da futura mamãe e do feto.

Como os estudos científicos realizados em gestantes são limitados, é prudente que a gestante limite o consumo de cafeína ao longo da gestação para reduzir os potenciais riscos de efeitos adversos. Em caso de dúvida, consulte seu ginecologista ou médico de família.

Os problemas que o café e a cafeína podem provocar na gestação

Por sua vez, a Associação Americana da Gravidez recomenda evitar a cafeína o máximo que puder durante a gravidez e a amamentação.

A ingestão de quantias maiores do que as duas xícaras de café/200 mg de cafeína foi associada ao aumento do risco de aborto, parto prematuro e baixo peso ao nascer. Esse risco cresce conforme a quantidade de café que a futura mamãe consome durante a gravidez.

Segundo
a Associação Americana da Gravidez, a cafeína é um estimulante, que aumenta a
pressão arterial e a frequência cardíaca, o que não é recomendado durante a
gravidez.

A
organização assinalou ainda que a cafeína também aumenta a frequência da urina,
podendo provocar uma diminuição nos níveis dos fluidos corporais e levar a uma
desidratação.

Conforme a associação, a cafeína dá conta de cruzar a placenta e chegar até o bebê. A instituição alertou que, embora a mãe consiga lidar com o teor consumido da substância, o metabolismo do bebê que ainda está amadurecendo não consegue metabolizar a cafeína por completo.

Outro ponto que merece destaque é que, de acordo com a Associação Americana da Gravidez, qualquer quantidade de cafeína pode provocar mudanças no padrão de sono ou de movimentação normal do bebê durante os estágios finais da gravidez.

Outros problemas com a cafeína

Além
disso, o consumo de doses elevadas de café pode provocar dores de cabeça,
ansiedade, agitação, batimentos cardíacos irregulares e zumbido nos ouvidos.

Efeitos
colaterais como insônia, nervosismo, inquietude, perturbação estomacal, náusea,
vômito e aumento da frequência cardíaca e da taxa de respiração também já foram
atribuídos à ingestão do café com cafeína.

A grávida pode tomar café descafeinado?

Até pode, entretanto, a gestante não se entupir desse tipo de café. Ou seja, a moderação continua a ser a palavra-chave.

Isso porque o café descafeinado ainda carrega vestígios de cafeína e mesmo as pequenas quantidades da substância presentes nessa versão da bebida podem acumular caso a futura mamãe consuma diversas porções.

Estudo indicou que mesmo o café com baixo teor de cafeína pode fazer mal ao bebê

Segundo
uma pesquisa norueguesa, feita com mais de 50 mil mulheres, a ingestão de
qualquer quantidade de cafeína ao longo da gestação está associada a um maior
risco de obesidade infantil.

Esse
foi o primeiro estudo a analisar o impacto da ingestão de baixos teores de
cafeína na gestação para as crianças, informou a pesquisa, que também relatou
que os pesquisadores acreditam que a cafeína pode mudar a “programação fetal” e
modificar a trajetória geral de crescimento de peso da criança.

A nutricionista Alexandra Chaston, que afirmou concordar com a declaração de que não existe um nível saudável de ingestão de cafeína para a gestação, disse ainda que seu conselho é jogar seguro e evitar até mesmo a bebida descafeinada durante a gravidez.

Para as gestantes que consumem  muito café, a nutricionista não indica parar de tomar a bebida de uma vez só porque isso pode fazer com que elas sofram com sintomas de abstinência.

Em vez disso, ela diz que o mais apropriado é tirar o café aos pouquinhos, diminuindo uma xícara por dia e substituir o café tradicional pelo descafeinado até se livrar de uma vez por todas da cafeína dentro de algumas semanas.

Se
você tinha o costume de beber café demais antes de ficar grávida, converse com
o seu médico para saber como cortar a ingestão da bebida de maneira segura para
você e para o seu neném.

Além de saber se a grávida pode tomar café

É fundamental que a futura mamãe tenha o acompanhamento do médico e do nutricionista desde o momento em que descobre que está esperando um neném para saber todos os cuidados que precisa tomar, o que inclui como a alimentação precisa ser a partir de então e qual o máximo de café que pode ingerir por dia.

Isso
é essencial para assegurar que a mulher esteja ciente do que necessita comer e
beber, assim como do que deve evitar para que ela e o seu neném recebam os
nutrientes que necessitam em quantidades apropriadas. Tudo para que o bebê se
desenvolva dentro dos conformes e a saúde da futura mamãe seja preservada.

Durante
essa conversa com o médico e o nutricionista, ela precisa descobrir qual a
quantidade de cada nutriente que deve ingerir por dia – as necessidades
nutricionais mudam durante a gestação – e aprender com quais alimentos consegue
atingir esses valores.


o uso de suplementos deve ocorrer somente com a autorização e o acompanhamento
dos profissionais para garantir que a quantidade de nutrientes a ser ingerida
realmente esteja no conforme. Assim como as faltas, os excessos de nutrientes
podem fazer mal.

Esse
acompanhamento individualizado do médico e do nutricionista torna-se ainda mais
importante quando lembramos que cada gestação apresenta as suas
particularidades, podendo haver diferentes riscos e necessidades para cada
mulher e neném.

Lembre-se de que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir a opinião e as recomendações do médico e do nutricionista.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que grávida pode tomar café ou não? Está esperando um neném e pretende diminuir o consumo de café? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.