11 Benefícios da Moringa – O Que é, Para Que Serve e Propriedades

      Comentários desativados em 11 Benefícios da Moringa – O Que é, Para Que Serve e Propriedades
Moringa

Muitos dos benefícios da moringa ainda estão sendo investigados e descobertos, mas já existe muita coisa boa comprovada cientificamente em relação à planta.

Ela é uma planta usada há milhares de anos por conta de suas propriedades medicinais e a presença de compostos bioativos e antioxidantes em sua composição. Aqui, você vai descobrir para que serve a moringa e quais são os seus benefícios para a saúde humana.

Moringa – O que é?

Conhecida cientificamente pelo nome de Moringa oleifera, a moringa é uma árvore grande nativa do norte da Índia, mas que também pode ser encontrada em alguns países da África, da Ásia e da América do Sul. Pode ser chamada em alguns lugares também de árvore de raiz forte, árvore do óleo ben, árvore rábano ou árvore de baqueta.

Praticamente todas as partes da árvore podem ser usadas para consumo devido as suas propriedades medicinais, mas segundo estudo publicado no periódico Phytotherapy Research em 2015, os componentes que promovem os maiores benefícios da moringa se concentram em suas folhas e vagens.

Propriedades

O uso medicinal da moringa não surgiu do nada. A planta
apresenta propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias além de ser muito
nutritiva devido à presença de proteínas, vitaminas e minerais. Ela também
apresenta propriedades antivirais, antifúngicas e antidepressivas.

A moringa também é uma ótima fonte de proteínas, pois contém os 9 aminoácidos essenciais em sua composição. Também é rica em ácido oleico e é conhecida como a “árvore milagrosa” devido aos nutrientes e benefícios que oferece.

Para que serve a moringa

São diversos os usos da moringa para beneficiar a saúde. O
consumo da planta na forma de chás, smoothies, suplementos ou até mesmo em
algumas receitas pode nos fazer muito bem.

Dentre outras coisas, a moringa serve para proteger o corpo do estresse oxidativo, evitar a contração de algumas doenças, controlar o açúcar no sangue, fortalecer o sistema imunológico, promover a perda de peso, aliviar desconfortos como dor de cabeça e constipação e até mesmo aumentar a libido. Mais usos da moringa serão vistos com mais detalhes logo abaixo.

Benefícios da Moringa

Conforme evidências de pesquisas, esses são os benefícios da moringa comprovados pela ciência:

1. Nutrição

As folhas da moringa concentram boa parte de seus nutrientes que incluem várias vitaminas e minerais importantes para a saúde. Para se ter uma ideia, uma xícara de folhas frescas de moringa que equivalem a cerca de 21 gramas podem conter até:

  • 2 gramas de proteínas;
  • 12% da recomendação diária de
    vitamina C;
  • 19% da recomendação diária de
    vitamina B6;
  • 11% da recomendação diária de ferro;
  • 9% da recomendação diária de
    vitamina A;
  • 11% da recomendação diária de
    vitamina B2;
  • 8% da recomendação diária de
    magnésio.

Já uma porção de 100 gramas de vagens frescas de moringa
contém um pouco menos de vitaminas e minerais, mas em compensação apresenta um
teor maior de vitamina C capaz de superar as necessidades diárias dessa
vitamina.

Outros nutrientes encontrados em menores quantidades na
moringa incluem a vitamina B1, a vitamina B3, o folato e minerais como o
cálcio, o ferro, o potássio, o zinco e o fósforo.

Embora exista a moringa em várias formas alternativas como em pó ou em cápsulas na forma de suplementos vitamínicos, a melhor fonte de vitaminas e minerais são as folhas frescas ou suas vagens.

2. Combate a diabetes

A moringa pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no
sangue. Apesar de vários estudos mostrarem esse efeito na redução dos níveis de
glicose sanguínea, a maioria deles é baseada em experimentos em animais e
pouquíssimos estudos envolvem testes em humanos.

Pesquisa em animais publicada em 2012 no Journal of Diabetes mostra que a
progressão da doença foi controlada após o tratamento de ratos diabéticos com
moringa.

Já em humanos, um estudo pequeno feito com um grupo de 6 diabéticos mostrou que a adição de 50 gramas de moringa em uma refeição diária reduziu o açúcar no sangue em até 21%. Outro estudo mais recente publicado em 2014 no Journal of Food Science and Technology avaliou 30 mulheres tomando 1 colher e ½ de chá de pó de folhas de moringa diariamente por 3 meses. Os resultados mostraram uma redução nos níveis de açúcar no sangue em jejum em uma média de 13,5%.

De acordo com uma pesquisa publicada em 2015 no periódico Molecular Nutrition & Food Research, o efeito antidiabético parece ocorrer devido à presença de compostos chamados de isotiocianatos na planta.

No entanto, as limitações nos estudos realizados em seres humanos e a restrita quantidade de publicações sobre o assunto não permitem dizer que a planta é totalmente eficaz para ajudar a regular o açúcar no sangue e mais estudos ainda precisam ser conduzidos para confirmar esses benefícios da moringa.

3. Ação antioxidante

Os compostos antioxidantes ajudam a combater a ação de
radicais livres no corpo. Níveis altos de radicais livres no organismo podem
aumentar o estresse oxidativo e aumentar o risco de desenvolvimento de doenças
crônicas como a diabetes do tipo 2 e doenças cardíacas.

Uma pesquisa de 2014 publicada no Journal of Food Science and Technology mostrou que mulheres que tomaram 1 colher e ½ de chá de pó de moringa diariamente durante 3 meses apresentaram níveis mais altos de antioxidantes no sangue.

Outro estudo que atesta o poder antioxidante da moringa foi publicado na revista científica Food Packaging and Shelf Life em 2015. O estudo afirma que, devido à sua ação antioxidante, o extrato de folhas de moringa pode ser usado como conservante de alimentos, já que ele aumenta a vida útil deles ao inibir a oxidação.

Diversas outras pesquisas atestam a presença de substâncias
antioxidantes nas folhas da moringa, tais como:

  • Quercetina: a quercetina é um ótimo
    antioxidante que tem propriedades que ajudam a reduzir a pressão arterial.
  • Vitamina C: apresenta efeito
    antioxidante que fortalece o sistema imunológico.
  • Betacaroteno ou vitamina A:
    antioxidante importante para a saúde da pele.
  • Ácido clorogênico: antioxidante que
    ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue logo após as refeições.

Além de evitar várias doenças, o efeito antioxidante da planta promove a saúde da pele e dos cabelos, evitando danos causados pelo processo natural de envelhecimento e também ajudando no tratamento de infecções causadas por acne, por exemplo. Se usado na forma de óleo, a moringa pode atuar contra bactérias e manter a pele hidratada.

4. Redução da inflamação

A inflamação a curto prazo é benéfica para o organismo e é
um mecanismo essencial para que o corpo responda adequadamente a infecções e
lesões. No entanto, a inflamação prolongada pode significar um problema de
saúde crônico.

O efeito anti-inflamatório da moringa parece ser benéfico
não só para a inflamação em geral, mas especialmente importante para o tratamento
de edemas, que ocorrem quando há um acúmulo de líquidos no tecido abaixo da
pele que causam inflamação.

Os pesquisadores acreditam que os isotiocianatos são os compostos anti-inflamatórios mais importantes na moringa que podem ser encontrados em suas folhas, vagens e sementes. De acordo com estudos em animais e em laboratório, a moringa tem efeitos anti-inflamatórios satisfatórios. No entanto, mais testes precisam ser realizados, especialmente em relação a estes benefícios da moringa nos seres humanos.

5. Proteção contra a toxicidade do arsênico

A contaminação por arsênico é um problema em várias regiões
do mundo. Alimentos como o arroz podem conter níveis altos de arsênico e a
exposição a longo prazo a alimentos e água contaminados pode causar problemas
de saúde graves como doenças cardíacas e câncer.

Estudos em animais têm indicado que as folhas e sementes de moringa podem proteger contra alguns efeitos da toxicidade causada por arsênico. Porém, esses resultados ainda são recentes e mais pesquisas precisam ser realizadas para atestar essa capacidade dos componentes da moringa.

6. Tratamento de doenças cardiovasculares

Uma revisão publicada no periódico Frontiers in Pharmacology em 2012 mostrou que os extratos da folha
da moringa podem ajudar a tratar a dislipidemia, condição em que há níveis
altos de colesterol ou triglicérides ou de ambos no sangue. O mesmo estudo
também atesta a capacidade do extrato de ajudar no controle da diabetes.

Isso se deve aos compostos antioxidantes encontrados na
planta que ajudam a evitar danos nos tecidos cardíacos induzidos por radicais
livres.

Além disso, a planta contém substâncias como a niaziminina e o isotiocianato, que ajudam a evitar que as artérias fiquem mais finas. O afinamento das artérias tem a ver com o desenvolvimento de pressão arterial alta em algumas pessoas e, assim, o uso de moringa pode evitar esse problema de saúde.

7. Diminuição do colesterol

O alto colesterol pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas. Como já mencionado anteriormente, e segundo estudos conduzidos tanto em animais quanto em humanos, a moringa é capaz de reduzir os níveis altos de colesterol no sangue, o que previne contra o desenvolvimento de diversas doenças que afetam o sistema cardiovascular.

8. Saúde do cérebro e estabilização do humor

A moringa é rica no aminoácido triptofano, que é um nutriente importante para neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar estimulada por níveis adequados de serotonina.

Conforme dados do estudo publicado em 2011 na revista científica Phytomedicine, a planta também apresenta compostos antioxidantes que promovem a saúde da tireoide e ajudam a manter a produção hormonal em dia, evitando a fadiga, a depressão, a libido baixa, a insônia e algumas alterações de humor.

9. Tratamento da asma

Segundo pesquisa divulgada no periódico Indian Journal of Pharmacology em 2008, pacientes com asma leve a moderada que foram tratados com sementes pulverizadas de moringa durante 3 semanas apresentaram uma melhora significativa nos sintomas e na gravidade dos ataques asmáticos.

10. Saúde digestiva

De acordo com estudo de 2014 publicado no periódico Avicenna Journal of Phytomedicine, as
propriedades anti-inflamatórias da moringa são aproveitadas há muito tempo pela
medicina ayurveda para tratar ulceras estomacais, danos aos rins, problemas no
fígado, desconfortos relacionados à digestão, infecções e infecções fúngicas.

Assim, um dos benefícios da moringa pode ser a ajuda para melhorar a função do fígado, já que também ajuda a desintoxicar o órgão. Além disso, ela também parece ajudar no tratamento de pedras nos rins, constipação, retenção de fluidos, diarreia e infecções no trato urinário.

11. Perda de peso

Algumas evidências em estudos feitos com animais mostram que
o extrato de moringa pode ser eficaz na redução e controle do peso. O alto teor
de vitaminas do complexo B na moringa ajuda no processo digestivo, o que
auxilia o corpo a converter os alimentos ingeridos através da dieta em energia
ao invés de armazenar mais gordura.

O extrato também ajuda a controlar o colesterol e a pressão
arterial e a reduzir a fadiga, dando mais energia para executar as atividades
diárias.

Outros benefícios da moringa

Pode existir outros benefícios da moringa em relação à saúde do fígado e dos rins, à prevenção e ao tratamento de alguns tipos de câncer, à cicatrização, à saúde ocular, ao tratamento da anemia, ao alívio de desconfortos estomacais, ao combate a bactérias, ao equilíbrio hormonal e à melhora do humor.

Existem efeitos colaterais?

Não há muitos estudos sobre a segurança da moringa em
relação à saúde humana, mas sabe-se que consumir moringa em excesso pode
resultar em efeitos adversos como náuseas, azia e diarreia.

Também há evidências de que a raiz da moringa pode conter
substâncias tóxicas e a mesma não deve ser consumida.

Mulheres grávidas ou lactantes são aconselhadas a não usar nenhum tipo de extrato de moringa, já que não se sabe se o seu uso traz algum risco para a saúde do bebê e devido ao fato de a planta ter um efeito que prejudica a fertilidade.

O mais sensato a se fazer é procurar um médico para tirar
dúvidas, principalmente se você estiver grávida ou tentando engravidar ou se
fizer uso constante de medicamentos para diabetes, controle da pressão,
distúrbios da tireoide ou para o fígado ou de suplementos dietéticos ou ervas
medicinais para evitar interações medicamentosas.

Apesar disso, quando consumida com moderação, a moringa não
causa nenhum dos efeitos mencionados.

Como encontrar a moringa

Como a moringa não é cultivada em todos os lugares, o jeito
mais fácil de encontrar a planta é na forma de pó ou em cápsulas devido à maior
durabilidade, mas também não é impossível encontrar as folhas da planta frescas
ou secas à venda.

Onde comprar

A moringa pode ser encontrada em lojas de produtos naturais
ou em lojas online que enviam o produto por encomenda.

Como plantar

Como a planta não é tão popular no Brasil, pode ser interessante plantar moringa para consumo próprio. O processo é mais simples do que você imagina, já que a planta cresce rapidamente e é facilmente cultivada em locais de climas quentes, como o Brasil.

O plantio pode ser feito por sementes facilmente encontradas à venda em sites da internet ou em lojas de jardinagem. Se você tiver acesso a uma árvore de moringa, é possível remover um galho saudável da árvore e plantar a muda em um vaso.

Para que a
planta se desenvolva bem, é indicado usar um vaso de pelo menos 40 litros de
capacidade contendo uma mistura de 85% de substrato, 10% de areia e 5% de
adubo. Se preferir, plante em um espaço no seu jardim.

No caso das sementes, é preciso retirar a casca e colocá-las em uma profundidade de pelo menos 2,5 centímetros em relação ao solo e separadas a uma distância de 5 centímetros. Para plantar mudas, basta afundar o galho na terra em cerca de um terço da sua profundidade e colocar terra em volta de modo que o galho fique em pé e firme.

Depois disso, é
só regar para deixar a terra bem úmida. O ideal é regar ao menos uma vez por
semana ou quantas vezes for necessário para manter o solo sempre úmido, mas
nunca encharcado.

Quando a planta
atingir a altura de 15 a 20 centímetros, é interessante separar as mudas em
vasos diferentes ou plantá-las em um grande jardim para que a planta tenha
nutrientes suficientes para se desenvolver bem.

Dicas de manutenção

Para que a planta permaneça bonita e saudável, a árvore de moringa deve tomar sol por pelo menos 6 horas por dia e ser regada 1 vez por semana ou sempre que o solo for ficando seco.

Evite que a planta fique exposta a temperaturas muito baixas. Como no Brasil o inverno não é rigoroso, provavelmente a planta não será afetada mesmo se for plantada em um quintal ou jardim. No entanto, se você mora em regiões mais frias no sul do país, pode ser melhor plantar a árvore em um vaso grande para que você possa abrigar a planta quando temperaturas muito baixas forem registradas.

As vagens da
planta podem ser colhidas quando apresentarem mais de 1 centímetro de diâmetro.
Já as folhas podem ser colhidas quando a planta tiver aproximadamente 90
centímetros de altura.

A planta pode
ser podada para evitar que fique muito grande. Use uma tesoura de jardinagem e
pode os galhos mais altos com cuidado. Esses galhos podem ser usados como mudas
para plantar outras árvores.

Receitas e dicas de uso

A moringa pode ser utilizada de diversas maneiras. Algumas receitas que você pode usar para consumir e aproveitar os benefícios da moringa sem enjoar são:

1. Chá de moringa

O chá pode ser preparado com as folhas secas ou com o pó da
moringa. É necessário adicionar cerca de 2 colheres de chá de moringa em 1
xícara de água quente e deixar em infusão de 5 a 10 minutos.

Também é possível preparar um chá gelado de moringa com
alguns outros ingredientes que fica uma delícia. Você vai precisar de:

  • folhas secas ou frescas de moringa;
  • limão;
  • gengibre;
  • mel;
  • água morna.

Primeiro, prepare o chá de moringa deixando as folhas em infusão em água morna por alguns minutos. Em seguida, adicione algumas fatias de limão e de gengibre e deixe por mais uns 5 ou 10 minutos. Depois disso, coe o chá e adicione mel, se desejar. Finalize com pedras de gelo.

2. Sopa de moringa

Por não perder suas propriedades nutricionais quando aquecidas, a moringa pode ser utilizada em sopas e ensopados. Basta preparar sua sopa preferida como de costume e adicionar folhas frescas ou secas de moringa ao final do preparo, deixando ferver por alguns minutos antes de desligar o fogo.

3. Arroz com moringa

A moringa é tão versátil que cai bem até com o arroz. Para
preparar essa receita, você vai precisar de:

  • 1 xícara de arroz;
  • 500 mL de água;
  • 2 punhados de folhas frescas de moringa;
  • 1 cebola média;
  • azeite;
  • sal a gosto;
  • caldo de galinha (opcional).

Comece refogando a cebola no azeite. Em seguida, adicione a água e o caldo de galinha e deixe ferver. Acrescente o arroz e deixe cozinhar em fogo brando.

Quando estiver quase pronto, coloque as folhas de moringa e mexa bem. Tampe a panela por alguns minutos e deixe em fogo bem baixo. Desligue o fogo quando o arroz estiver totalmente cozido.

4. Smoothie verde de moringa

Esse smoothie é super nutritivo, já que combina os nutrientes de vegetais verdes com as propriedades da moringa. Para preparar, você pode bater os seguintes ingredientes no liquidificado até obter um líquido homogêneo:

  • ½ colher de chá de folhas secas ou
    frescas de moringa;
  • 2 folhas de couve ou de acelga;
  • 1 colher de sopa de manteiga de
    amêndoas;
  • 1 colher de sopa de cacau em pó;
  • 1 banana;
  • ½ xícara de água de coco;
  • gelo à vontade.

5. Patê de alho com moringa

Existem várias formas de incluir a moringa em um patê. No
patê de alho, você vai precisar de poucos ingredientes:

  • 4 dentes de alho descascados;
  • 75 gramas de moringa em pó;
  • 1 copo de leite gelado;
  • maionese (light) para dar o ponto;
  • 1 copo de ricota fresca;
  • sal a gosto.

Bata o alho, o leite e o sal no liquidificador até a mistura
ficar homogênea. Depois disso, adicione a ricota e a maionese aos poucos até
atingir o ponto desejado. É desejável que o patê fique levemente grosso e
firme.

Outras formas de usar a moringa

O óleo de moringa extraído de suas sementes também pode ser
usado topicamente sobre a pele para tratar inflamações ou para hidratar. As
sementes também podem ser ingeridas desde que a casca de fora seja removida e
que a parte de dentro seja torrada ou seca antes do consumo. O pó de moringa
pode ser obtido de suas folhas que são ricas em nutrientes.

Como você pode observar, a moringa é uma planta bastante
versátil que pode ser incluída em diversas receitas para proporcionar vários
benefícios para a saúde. Seu baixo risco de efeitos colaterais, propriedades
nutricionais únicas e facilidade de cultivo fazem com que a moringa se destaque
e faça jus ao nome de árvore milagrosa.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar dos diversos benefícios da moringa para a saúde? Já experimentou o chá de moringa ou alguma outra forma de consumo? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.