Cebola Dá Gases?

      Comentários desativados em Cebola Dá Gases?
Cebola

Algumas pessoas realmente não gostam de cebola, mas não dá para negar que o alimento ajuda a dar mais sabor a receitas salgadas como tortas, sopas, caldos e refogados, por exemplo.

Isso sem contar que elas podem acompanhar carnes – o famoso bife acebolado – e serem utilizadas para temperar pratos como o arroz e o feijão. Há ainda as receitas de cebola caramelizada e cebola empanada, em que o alimento vira o protagonista das preparações.

Mas será que a cebola dá gases?

A ideia de que a cebola dá gases pode ser um dos motivos para alguém virar a cara para esse vegetal tão versátil. Mas será que isso realmente acontece?

Bem, a cebola possui em sua composição um açúcar natural chamado frutose, que contribui com a formação de gases quando as bactérias do intestino tentam decompô-lo, depois que o alimento é ingerido.

O
organismo pode ter dificuldade para lidar com os diferentes tipos de açúcar
encontrado nos alimentos – o que inclui os vegetais como a cebola.

A bacharela em ciência ambiental, Amber Tresca, apontou que a cebola é um dos vegetais que costumam provocar os gases.

Seguindo
a mesma linha, a cebola foi apresentada como um dos vegetais que faz parte do
grupo de alimentos com carboidratos que trazem maior probabilidade de provocar
os gases.

As
pessoas que experimentam gases em decorrência do consumo de vegetais da família
da cebola e do alho também podem sentir-se inchadas.

A maneira de consumir as cebolas também influência a questão da flatulência

Consumir as cebolas cruas pode provocar mais gases do que a ingestão da cebola que passou por um processo de cozimento. Assim como os alhos crus, as cebolas cruas carregam muitas fibras, que podem causar os gases.

Cada um é cada um

Entretanto, cada indivíduo reage diferente ao consumir uma comida ou bebida e alguns alimentos podem provocar mais gases em algumas pessoas e não causar o problema em outras. Ou seja, não podemos bater o martelo e afirmar que a cebola dá gases para todos.

Para descobrir se ela pode estar causando esse efeito em você, você pode aderir à seguinte sugestão: manter um diário em que anota todos os alimentos que consome e os momentos em que os gases ficam mais em evidência. Assim, você poderá verificar se a cebola dá gases para você ou não.

Entretanto, não seja precipitado na hora de tomar a decisão de excluir a cebola ou qualquer outro alimento da sua dieta. Recomendamos conversar com o médico a respeito da alimentação, já que a quantidade de gases que um alimento produz no organismo varia de pessoa para pessoa.

A culpa não é só da alimentação

Além de saber se a cebola dá gases, é importante entender quais outros fatores além da alimentação interferem no número de gases que serão liberados pelo nosso corpo.

O
PhD e professor clínico associado de nutrição da Universidade de Nova Iorque,
nos Estados Unidos, Charles Mueller, explicou que os gases que soltamos não são
produzidos somente pelos alimentos que consumimos, mas também pelo ar que
engolimos, que acaba passando pelo trato gastrointestinal.

No
mesmo sentido, o gastroenterologista, professor clínico associado de medicina
da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e PhD David Poppers
esclareceu que os gases são uma combinação entre dois fatores: o ar que
engolimos, ao comermos muito rapidamente, e o alimento que consumimos.

A nutricionista Abby Langer explicou ainda que doenças gastrointestinais sérias também podem ser a principal causa dos gases. Eles ainda podem estar relacionados ao uso de alguns medicamentos e a problemas na flora intestinal.

“Para aqueles que não têm um problema de fundo (para provocar os gases, como as doenças gastrointestinais), a quantidade de gases que nós temos está diretamente relacionada com a quantia de alimento e/ou ar não digerido no nosso cólon. Se estamos comendo coisas que o nosso corpo não está decompondo, nós vamos ter gases”, completou Langer.

Ainda que seja constrangedora, a flatulência é uma função normal do corpo, completou Charles Mueller. Ele alertou ainda que devemos nos preocupar mais quando não estivermos soltando gases do que quando a flatulência aparecer.

Mueller
orientou também a procurar o auxílio médico quando ocorrerem mudanças nos
hábitos intestinais que não se resolvem sozinhas como cólicas, inchaço, prisão
de ventre, diarreia, não ter flatulência alguma ou o aparecimento de muitos
gases.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que cebola dá gases? Tem costume de usar a cebola em suas receitas ou evita por conta desse provável efeito? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.