Chá Afrodisíaco – 5 Melhores, Como Fazer e Dicas

      Comentários desativados em Chá Afrodisíaco – 5 Melhores, Como Fazer e Dicas
Chá afrodisíaco

O dicionário define afrodisíaco como uma substância que restaura ou aumenta o apetite sexual. Ou seja, um produto do tipo pode ser bastante útil para aqueles que desejam retomar ou melhorar o fervor da relação com a esposa ou o marido. Vamos conferir algumas opções de chá afrodisíaco que podem ajudar neste sentido?

5 opções de chá afrodisíaco

1. Chá de ginseng

O chá de ginseng pode reforçar a excitação sexual. O ginseng possui compostos chamados de ginsenósideos, que afetam os tecidos das gônadas (glândulas sexuais), resultando em uma melhoria na performance sexual, tanto para os homens quanto para as mulheres.

Por sua vez, apesar de mostrarem respostas sexuais em animais que receberam o ginseng, não existem evidências de que o ginseng tenha qualquer efeito neste sentido nos seres humanos.

O ginseng não pode ser utilizado por mulheres grávidas, mulheres que estejam amamentando e pessoas que sofrem com doenças cardíacas.

O ginseng
também não pode ser utilizado por quem sofre com infecções renais e deve ser
usado com cautela por aqueles que sofrem com a pressão alta.

A ingestão
em excesso do ginseng pode provocar efeitos colaterais como diarreia, insônia e
aumento da pressão arterial.

O ginseng
também pode causar dor de cabeça, taquicardia, diarreia e nervosismo, além de
poder gerar depressão, vertigem, palpitações, alergias, edemas (inchaços),
coceiras e problemas no sistema imunológico quando usado exageradamente.

O uso prolongado do ginseng por parte das mulheres pode resultar em anormalidades na menstruação e sensibilidade nos seios.

O ginseng
não deve ser consumido continuamente, tendo melhores efeitos quando é usado por
um curto período de tempo.

Como fazer chá de ginseng

Ingredientes:

  • 1 punhado de erva seca de ginseng;
  • 1 xícara de água fervente;
  • Mel a gosto.

Modo de preparo:

Colocar a raiz ou o pó de ginseng na água fervente; Tampar para abafar e deixar descansar durante 10 minutos; Adoçar com mel, coar e servir-se imediatamente.

2. Chá de alcaçuz

O chá de alcaçuz auxilia a equilibrar os hormônios e a aumentar a energia sexual e a performance.

O alcaçuz deve ser evitado durante a gestação e o aleitamento e não pode ser utilizado por crianças ou pessoas que sofrem com anemia, glaucoma ou hipertensão.

O alcaçuz
não deve ser utilizado ao mesmo tempo que medicamentos contraceptivos ou
repositores hormonais e que o chá jamais pode ser ingerido em excesso.

A bebida
pode provocar efeitos colaterais como retenção de líquidos, dor de cabeça, dor
abdominal, insuficiência respiratória, concentração de potássio no organismo e
hipertensão.

Especialistas
recomendam tomar cuidado com o alcaçuz pois traz um ingrediente chamado
glycirrhiza em sua composição que podem causar reações adversas graves e
alertam que é preciso consultar o médico antes de utilizar a raiz de alcaçuz.

No entanto, existe um tipo de alcaçuz que sofre a remoção da glycirrhiza e pode não provocar os mesmos efeitos colaterais experimentados com o alcaçuz que contém a substância.

Como fazer chá de alcaçuz

Ingredientes:

  • 1 colher de chá de raiz seca de alcaçuz;
  • 1 xícara ou aproximadamente 175 ml de água fervente.

Modo de preparo:

Colocar a raiz seca de alcaçuz e despejar a água fervente por cima; Tampar e deixar descansar durante 10 minutos. Coar e servir-se imediatamente.

3. Chá com cascas de marapuama

O chá com marapuama melhora a circulação sanguínea e pode ser um chá afrodisíaco porque aumenta tanto o desejo sexual como a libido.

No entanto,
vale registrar que a marapuama pode provocar efeitos colaterais como ejaculação
precoce, tremor nas mãos e palpitações.

A planta é contraindicada para mulheres grávidas, mulheres que estejam amamentando e pessoas que sofrem com hipertensão, que têm problemas cardíacos ou que possam ter alergia a algum dos componentes da marapuama.

Como fazer chá com cascas de marapuama

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de cascas de marapuama;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

Levar as cascas de marapuama a uma panela com 1 litro de água e deixar ferver ao longo de 20 minutos; Após, desligar o fogo, tampar e deixar descansar por cerca de 30 minutos até amornar. Coar e servir-se.

4. Chá de tribulus terrestris

Esta bebida é um chá afrodisíaco conhecido por aumentar o desejo e o apetite sexual. Inclusive, o tribulus terrestris é conhecido como “viagra natural”, porém, ele não pode ser utilizado por pessoas que sofrem com pressão alta ou problemas cardíacos.

Como fazer chá de tribulus terrestris

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá de folhas secas de tribulus terrestris;
  • 500 ml de água fervente.

Modo de preparo:

Em uma xícara, colocar as folhas secas de tribulus terrestris e a água fervente; Tampar e deixar repousar durante 10 minutos; Coar e servir-se imediatamente.

5. Chá das raízes de catuaba

A catuaba é
uma planta conhecida por melhorar a libido, melhorando o desempenho sexual
masculino.

Estudos
feitos em animais indicaram que as cascas da Trichilia catiguá – uma árvore
pequena e comum na Mata Atlântica, que é comercialmente originada na Bahia e popularmente
conhecida como catuaba – causam vasodilatação no corpo cavernoso do pênis, em
uma maneira semelhante ao princípio ativo do Viagra.

As cascas
dessa planta chamada popularmente de catuaba atuam como um estimulante físico.

Entretanto,
é importante saber que, quando utilizada em excesso, a catuaba pode provocar
dores de cabeça.

Mesmo que
não existam estudos extensivos sobre a catuaba, está documentado que a sua
ingestão excessiva pode causar midríase (dilatação da pupila), elevando a
pressão intraocular, aumento da pressão cardíaca, elevação da pressão arterial,
ansiedade, tontura, dor de cabeça, irritabilidade e insônia.

A catuaba
não pode ser utilizada por crianças com menos de 12 anos de idade, por mulheres
que estejam grávidas e pessoas que sofram com glaucoma de ângulo estreito ou
fechado ou pré-excitação ventricular.

Além disso,
a catuaba não pode ser usada por pacientes que são tratados com antidepressivos
à base de fluoxetina e derivados.

Pessoas com
disfunção nos rins, disfunção no fígado, doenças cardíacas e doenças
psiquiátricas são outras que não podem fazer uso da catuaba, a não ser que haja
o acompanhamento do médico.

Para quem
sofre com alguma doença ou condição específica de saúde crônica ou não, vale a
pena consultar o médico para saber se pode fazer uso da catuaba em qualquer uma
de suas formas.

Pessoas que
fazem uso de substâncias vasodilatadoras e indivíduos que sofrem com
hipertensão e hemofilia (distúrbio sanguíneo associado a problemas na
coagulação) devem consultar o médico antes de ingerir a catuaba.

Como fazer chá das raízes de catuaba

Ingredientes:

  • 40 gramas de raízes de catuaba;
  • 750 ml de água.

Modo de preparo:

Levar a água ao fogo para ferver em uma panela; Quando ela estiver fervendo, adicionar as raízes de catuaba e deixar ferver ao longo de mais 10 minutos; Tirar do fogo, tampar e deixar descansar por 15 minutos. Coar e servir-se imediatamente.

Cuidados com os chás afrodisíacos

Antes de começar a tomar qualquer chá afrodisíaco, você precisa consultar o médico para saber se a bebida é indicada para você, checar se ela não pode fazer mal e verificar em que dosagem e frequência ela pode ser consumida.

Mesmo os chás naturais podem fazer mal, ter contraindicações e provocar efeitos colaterais, principalmente se forem utilizados de maneira inadequada ou exagerada. Portanto, não exagere no consumo do chá afrodisíaco, mesmo que a ingestão da bebida tenha sido autorizada pelo médico.

Essa
recomendação de consultar o médico serve para todas as pessoas, principalmente
para quem tem a saúde fragilizada como adolescentes, idosos, mulheres que
estejam grávidas, mulheres que estejam amamentando e pessoas que sofrem com
alguma doença ou condição específica de saúde.

Na conversa com o médico, também é necessário informar caso faça uso de qualquer medicamento, suplemento ou planta para que ele verifique se não faz mal utilizar a substância ao mesmo tempo em que o chá afrodisíaco em questão.

E se você passar mal depois de tomar uma das versões da bebida, procure imediatamente um hospital para checar a gravidade dos sintomas e receber o tratamento apropriado. Não use nenhum tipo de chá no lugar de qualquer tratamento recomendado pelo médico porque isso pode prejudicar a sua saúde.

Dicas

O ideal é
tomar um chá logo após o seu preparo (não necessariamente tomar todo o conteúdo
preparado de uma vez, pois isso pode ser perigoso para a saúde), antes que o
oxigênio do ar destrua os seus compostos ativos. Um chá costuma preservar
substâncias importantes até 24 horas depois do preparo, porém, depois desse
período, as perdas são consideráveis.

Certifique-se ainda de que os ingredientes que você utilizar no preparo do seu chá afrodisíaco sejam de boa qualidade, de boa procedência, estejam bem limpos e higienizados e não tenham a adição de nenhuma substância ou produto que possa prejudicar a sua saúde. Na hora de comprar a matéria-prima para fazer o chá, verifique ainda que se trata realmente da planta desejada, conferindo o seu nome científico.

Você já provou algum chá afrodisíaco destes listados acima? Se não, pretende provar algum para melhorar a libido? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.