Gengibre Tira o Sono?

      Comentários desativados em Gengibre Tira o Sono?
Chá de gengibre

Você sabia que o gengibre é conhecido por ser dotado de efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes? E sabia que a raiz já foi apontada como capaz de ajudar a tratar a náusea e a indigestão, de contribuir com a diminuição de dores menstruais, de auxiliar a diminuição dos níveis do colesterol ruim (também conhecido como LDL) e poder colaborar com a diminuição do risco de infecções?

Mas, além de tudo isso, você já parou para pensar nos efeitos que
o gengibre e o chá de gengibre podem ter em relação ao nosso sono?

E então, será que o gengibre tira o sono?

A profissional de assistência médica Rica Lewis foi contra essa
ideia de que o gengibre tira o sono.

Lewis considera o chá de gengibre “uma infusão ideal para a hora
de dormir” (consumida sem exageros e para quem a bebida não é contraindicada) e
argumentou que, ao contrário de outros tipos de chá, o chá de gengibre não
contém a cafeína em sua composição, já que é preparado a partir da raiz do
gengibre.

“Em comparação, os chás feitos da planta Camellia sinensis podem conter até 4% de cafeína por xícara, o que pode aumentar o alerta e, no final das contas, afetar o sono”, afirmou a profissional de assistência médica.

Apesar disso, Lewis afirmou que mesmo os chás que possuem teor de cafeína são considerados seguros, desde que a ingestão seja feita na medida certa. “Mais do que cinco copos diariamente (de chá cafeinado) pode causar dores de cabeça, vômito, diarreia, confusão, coração acelerado, azia e insônia”, apontou ela.

Para quem gosta de consumir esses chás cafeinados, Lewis recomendou que a sua ingestão seja feita durante o dia.

Sobre o chá de gengibre, a profissional destacou que o consumo exagerado da bebida pode provocar efeitos colaterais como gases e inchaço. O chá de gengibre também pode provocar azia e perturbação estomacal.

Outro possível efeito colateral do gengibre é a vertigem, e se a pessoa alérgica ao gengibre tomar o chá preparado à base da raiz, ela pode experimentar sintomas como desconforto na boca ou no estômago ou erupção cutânea.

No caso de qualquer reação à utilização do gengibre, é essencial
procurar ajuda médica para checar a gravidade do sintoma e receber o tratamento
adequado, caso seja necessário.

Por outro lado

Vale ressaltar que alguns outros especialistas apontam o gengibre e o chá de gengibre como alimentos estimulantes, que devem ser utilizadas com bastante moderação para auxiliar a tirar o sono.

Será que o gengibre pode ajudar a pegar no sono?

Agora que já vimos se o gengibre tira o sono, vamos para o outro lado da moeda. Será que o ingrediente pode nos ajudar a dormir?

A raiz de gengibre é uma alternativa de remédio popular para quem sofre com a dificuldade para dormir e muitas pessoas utilizam o ingrediente como um medicamento natural para pegar no sono quando a causa da insônia é desconhecida.

O chá quente de gengibre pode até auxiliar a relaxar antes de dormir, entretanto, a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos alerta que não foi provado que o gengibre pode tratar outras condições além da náusea, da tontura e dos enjoos matinais.

Em outras palavras, não existem garantias de que o gengibre ou o
chá preparado à base da raiz realmente possam auxiliar a pegar no sono.

Portanto, se você sofre com problemas para dormir, é fundamental que procure a ajuda de um médico para receber o diagnóstico da origem do problema e tratá-lo de maneira adequada.

Contraindicações e cuidados com o gengibre

Em artigo publicado, a mestra em bioquímica Naomi Parks alertou que o chá de gengibre não pode ser consumido por pessoas que sofrem com a diabetes, por mulheres que estejam grávidas ou mulheres que se encontrem no processo de amamentação de seus bebês.

A Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos alerta que
pessoas que fazem uso de medicamentos diluidores do sangue (anticoagulantes)
devem evitar os suplementos de gengibre, e destaca que mulheres que estejam
amamentando e pessoas com distúrbios hemorrágicos, condições cardíacas e
diabetes também devem evitar os suplementos de gengibre.

Quem tem histórico de problemas na vesícula biliar deve consultar o médico antes de tomar o chá de gengibre.

Com isso, para quem está grávida ou amamentando, crianças, adolescentes, idosos e pessoas que têm qualquer doença e condição de saúde, também vale a pena consultar o médico antes de utilizar qualquer forma do gengibre. Para os outros, é importante não exagerar no consumo de qualquer forma da raiz.

De acordo com o que encontramos, a regra geral consiste em não consumir mais do que 4 g de gengibre diariamente.

Você já ouviu alguém dizer que gengibre tira o sono? Conhecia os outros efeitos do gengibre? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.