Leite Dá Espinha? Tipos e Dicas

      Comentários desativados em Leite Dá Espinha? Tipos e Dicas
Leite

Engana-se quem pensa que leite é coisa de criança: não são apenas os pequenos que apreciam tomar um copo de leite com achocolatado antes de dormir. Isso sem contar que podemos consumir a bebida com cereais ou granola e bater o leite com frutas no liquidificador para preparar vitaminas, por exemplo.

Entretanto, algumas pessoas podem se preocupar com os efeitos que o leite pode provocar na pele. Você saberia dizer se é verdade que o leite dá espinha, ou isso não passa de uma preocupação sem fundamento?

O que são as espinhas?

Quando queremos saber se o leite causa espinha, é importante que conheçamos primeiro esse indesejável problema um pouco melhor, não é verdade?

O dermatologista Joshua Zeichner explicou que a acne é uma condição inflamatória. Em um quadro de acne, ocorre a prisão de óleo dentro dos poros, obstruindos-os, o que permite que haja o crescimento de bactérias dentro dos folículos, o que provoca uma inflamação que tem como resultado o aparecimento de inchaços vermelhos na pele.

A condição pode ser causada por uma série de fatores como o excesso de produção de oleosidade da pele, o acúmulo de bactérias, a tendência à inflamação, a desregulação hormonal e a propensão ao acúmulo de células e tecidos mortos.

E então, o leite dá espinha?

Conforme a nutricionista Erica Julson, estudos já apontaram uma associação entre produtos do leite e a severidade da acne em adolescentes. Segundo ela, duas pesquisas indicaram que os jovens adultos que consumiram leite e sorvete com frequência tinham uma propensão quatro vezes maior de desenvolver a acne.

Outro artigo informou que a maioria dos estudos baseados em evidências concordam que a acne pode ser irritada pelos produtos laticínios (do leite), porém, os pesquisadores ainda estão tentando entender qual é conexão de base entre os dois.

Uma pesquisa, publicada no Journal of the American Academy of Dermatology (Jornal da Academia Americana de Dermatologia, tradução livre), avaliou a dieta de meninos adolescentes e concluiu que os rapazes que mais bebiam leite tinham a tendência de possuir a pior acne.

“Isso apoia os resultados de estudos prévios, em que foi pedido que meninas adolescentes mantivessem diários alimentares e monitorassem a atividade das crises de acne. De novo, as meninas com dietas ricas em produtos laticínios tinham acnes mais severas do que o resto”, afirmou a esteticista especializada no tratamento da acne, Angela Palmer.

Segundo a esteticista, o leite foi o maior ofensor neste sentido; leite com chocolate, queijo cottage e sherbet (sorvete com menos leites e seus derivados) também tiveram um efeito negativo na pele, porém, outros produtos laticínios não aparentaram provocar as crises de acne.

“Entretanto, os estudados
conduzidos até agora não foram de alta qualidade. A pesquisa até agora se focou
principalmente em adolescentes e jovens adultos e mostrou apenas uma correlação
entre leite e acne, não um relacionamento de efeito e causa. Ainda não está
claro como o leite pode contribuir com a formação da acne, mas existem diversas
teorias propostas”, afirmou a nutricionista Erica Julson.

“Mais pesquisas são necessárias para
determinar se existe uma quantidade específica ou tipo de produto laticínio que
pode agravar a acne”, completou a nutricionista.

Além disso, a dermatologista Whitney Bowe informou que ainda que o leite e o sorvete tenham sido associados à acne, não parece que o iogurte e o queijo promovem o mesmo tipo de efeito.

As teorias

Pesquisadores sugerem que os hormônios artificiais administrados nas vacas leiteiras, que afetam o seu suprimento de leite, podem desequilibrar os nossos hormônios quando consumimos os produtos do leite, o que explicaria por que o leite dá acne.

Uma segunda teoria prega que os hormônios do crescimento presentes naturalmente no leite são os que agravam a acne.

Há ainda uma terceira
linha de pensamento que explica que a combinação entre os produtos do leite e
os níveis elevados de comidas refinadas e açúcares processados da dieta
ocidental desestabiliza os níveis de insulina e torna a pela mais propensa à
acne.

Como a decomposição dos produtos do leite pode afetar a pele

O leite produzido
pelas vacas para alimentar os seus bebês contém as proteínas whey e caseína,
que estimulam o crescimento e os hormônios nos filhotes e em nós quando
ingerimos o leite do animal.

A publicação esclareceu que quando digerimos essas proteínas, elas liberam um hormônio similar à insulina, conhecido pelo nome de fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1), que já foi associado ao desencadeamento de crises de acne.

Por outro lado, de acordo com a dermatologista Whitney Bowe, ainda não se sabe qual é o processo exato que faz com que as proteínas do leite como o whey e a caseína possam estar relacionadas à acne.

Ainda assim, Bowe disse que é por isso que o leite integral pode ser melhor para quem se preocupa com a acne do que o leite desnatado, já que o desnatado costuma receber a adição de proteínas como o whey e a caseína para ficar menos aguado.

Em alguns casos, os
hormônios do leite também podem interagir com os nossos hormônios, confundindo
o sistema endócrino e sinalizando essas crises de acne.

Além disso, a lactose – o açúcar natural do leite – é mais difícil de ser decomposta pelos seres humanos depois da infância. Para as pessoas que sofrem com a intolerância a lactose, é possível que apareçam crises de acne em decorrência de uma reação alérgica ou de uma sensibilidade à lactose.

Por outro lado, não existem evidências de que o teor de lactose de um alimento exerça um papel em relação às crises de acne.

Os hormônios do leite
reagem com a testosterona no organismo, o que aumenta a produção de sebo na
pele, que é justamente a substância oleosa que obstrui os poros.

A testosterona é um hormônio andrógeno, lembrado geralmente como um hormônio masculino, mas também pode ser produzido pelas mulheres, ainda que em menores quantidades. O leite possui hormônios andrógenos, que têm sido associados com a formação de crises de acne.

A testosterona, por meio de uma complicada reação em cadeia, cria a di-hidrotestosterona (DHT). A DHT estimula as glândulas sebáceas criando uma pele mais oleosa que é mais propensa à obstrução dos poros e, finalmente, às espinhas. O leite é naturalmente cheio de hormônios, incluindo o DHT. É possível que o leite contenha hormônios o suficiente para ter um efeito no corpo, incluindo a pele. Pessoas que são geneticamente predispostas às crises de acne podem ter uma reação mais forte aos hormônios no leite, de acordo com alguns pesquisadores.

Mas vamos com calma

A esteticista
especializada no tratamento da acne, Angela Palmer, também destacou que isso
não quer dizer que uma pessoa com a pele limpa, sem acne, vai sofrer um ataque
de espinhas se tomar um ou mais copos de leite diariamente.

“É importante entender que nenhum dos estudos mostrou prova positiva de que o leite causa espinha. Na verdade, eles mostram somente uma possível relação entre os produtos laticínios e a severidade da acne. As pesquisas mostram que tomar leite pode piorar a acne em pessoas que já são propensas às crises de acne”, alertou Palmer.

A esteticista também
ressaltou que nem todo mundo que toma muito leite vai ter um ataque de espinhas
e que há quem discorde com os resultados dos estudos mencionados por ela.

“O Dairy Council (Conselho dos Produtos Laticínios, tradução livre, organização do Reino Unido) rebate que os resultados são distorcidos, citando o fato de que em um deles, mulheres adultas foram perguntadas sobre a sua ingestão de produtos laticínios anos depois que tinham deixado o ensino médio”, contou Palmer.

Ela também ressaltou que muitos profissionais médicos são cautelosos com o fato de que as conclusões não levam em conta outros fatores que podem influenciar a severidade da acne e apontam que os estudos não ligam o leite ao desenvolvimento da acne, apenas estabelecem uma relação entre a ingestão da bebida e a severidade da condição.

“O maior problema para os pesquisadores é provar a teoria. Ainda não existe evidência concreta de que o consumo de leite dá espinha ou até mesmo piora. Muitas mais pesquisas são necessárias antes que essa teoria seja provada”, enfatizou a esteticista.

Mais importante do que saber se o leite dá espinha é lembrar que…

Por mais que alguns
apontem a possibilidade de uma associação entre os leites e seus produtos à
acne e às espinhas, ninguém está afirmando categoricamente que esses alimentos
são os únicos responsáveis pela condição ou os únicos possíveis culpados pelo
surgimento de uma acne e nem que tirá-los da dieta vai acabar com o problema.

Para saber o que pode ter provocado ou pode estar atrapalhando a sua acne, você precisa consultar-se com um médico dermatologista, que lhe avaliará, dará o diagnóstico apropriado e indicará que tratamento que você deve seguir para lidar com o problema. Tenha em mente que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir a opinião, o diagnóstico e as prescrições do médico.

Você já tinha ouvido falar que o consumo de leite dá espinha? Sofre recorrentemente com o problema da acne? Costuma consumir leite diariamente? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.