Caju

      Nenhum comentário em Caju

Caju

(Anacardium occidentali – O caju)

Época de frutificação – de julho a maio

Nativo do Brasil.

Cultivo

Encontra as condições ideais de plantio na costa nordeste do Brasil.

Gosta de solo seco e deve ser plantado na época das chuvas.

Prefere climas tropicais e subtropicais.

Uma árvore de 4 anos pode produzir de 100 a 150 quilos de frutos por ano.

Ocorrência

Diferentes tipos de Anacardium se irradiaram por todo o mundo.

O cajueiro é o mais famoso representante das árvores rústicas nativas do Brasil.

Ocorre principelmente nas áreas arenosas costeiras, de campos e dunas.

Sua  presença estende-se do Nordeste ao Baixo Amazonas.

Hoje é encontrado em todas as regiões tropicais do mundo.

Eles já conhecem muito bem a castanha de “caju” e até a tornam um de seus alimentos mais importantes.

A “Guerra do Caju”

Este foi o nome dado a uma luta pelo controle temporário dos cajus.

Seta luta aconteceu entre as tribos indígenas que descendiam do interior durante o período do caju e as tribos das áreas costeiras.

Pelas mãos dos indígenas que vinham apanhar as frutas, elas se espalharam pelas vastas áreas do sertão árido e seco do interior.

Com o passar do tempo, por sua baixa exigência de solo e clima, se adapta à terra onde é plantado.

Floresce e frutifica todos os anos, formando uma grande variedade de novos cajuais.

Início

A descrição original do cajueiro, dos infindáveis ​​cajus na costa das Américas e seus frutos e usos datam de meados do século XVI.

Foram feitos principalmente pelos viajantes europeus que por aqui passaram.

Posteriormete, embarcado em navios portugueses, aportou em Moçambique, Angola, Quênia e Madagascar, África e Goa na Índia.

Ali os cajueiros começaram a crescer em terras áridas e pedregosas.

Apesar de não existirem antes, integraram-se completamente à vida e economia locais.

Economia

A árvore fornece madeira de cor rosa, resistente, boa para as obras da construção civil.

Também serve para trabalhos de carpintaria e para a confecção de cabos de ferramentas.

A resina que flui da casca é solúvel em água e é usada como cola.

O suco é engarrafado pela indústria.

Os estados de Pernambuco e Ceará respondem pela maior parte da produção brasileira destas frutas.

As castanhas de caju são oleosas, de alto teor calórico e geralmente torradas ou em conserva para consumo.

Receita de carne de caju

Ingredientes

10 cajus.

150 g de queijo ralado.

2 cebolas médias picadas.

1 pimentão picado (retire pele e sementes).

5 dentes de alho amassados.

2 tomates picados (retire pele e sementes).

2 colheres de sopa de vinagre.

Pode colocar cheiro-verde, colorau e pimenta do reino a gosto.

2 colheres de sopa de óleo .

Modo de preparo

Fatie os cajus.

Bata tudo no liquidificador.

Em seguida, passe numa peneira.

Esprema muito bem.

O objetivo é obter uma fibra enxuta.

O suco pode ser aproveitado para fazer refresco.

Pegue o caju espremido e leve ao fogo em uma frigideira com óleo.

Deixe por cinco minutos. 

Agora, acrescente os outros ingredientes.

Você deve continuar refogando até homogeneizar bem todo o conteúdo.

A carne de caju pode ser consumida como qualquer outra carne.

Serve para refogados ou omeletes.

Você também pode fazer hambúrguer, almôndegas, quibes ou patês.

Basta usar a imaginação.

 

Resumo dos tópicos do capítulo

  • Anacardium occidentali – o caju
  • Cultivo
  • Ocorrência
  • A “Guerra do Caju”
  • Início
  • Receita de carne de caju
  • Economia

Fontes de inspiração e consulta: wikipedia.

Você também pode se interessar em ler este artigo. Nele listamos mais de novecentas frutas nativas e exóticas com ocorrência em alguma parte do Brasil.

900+ NOMES DE FRUTAS EM TODO O BRASIL (nativas e exóticas)

E se você gosta mesmo do assunto frutas, pode se interessar em dar uma olhada neste outro artigo, onde vai encontrar todas as frutas cujos nomes começam com a letra “A”

 

Artigo: caju

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.