Dor na Escápula – O Que Pode Ser, Tipos e Como Tratar

      Comentários desativados em Dor na Escápula – O Que Pode Ser, Tipos e Como Tratar
Dor na escápula

A dor na escápula é bem comum e não
costuma ser motivo de grandes preocupações. No entanto, em alguns casos, a dor
também pode ser um sinal de um problema de saúde mais sério na região dos
ombros.

Muitas podem ser as causas da dor e nesse artigo vamos abordar todas as possíveis causas de dores e desconfortos na escápula, além de indicar as formas de tratamento para aliviar e como tratar em casos de problemas mais sérios.

Escápula

A escápula ou omoplata é um osso
grande e triangular encontrado na parte superior das costas até os ombros. Esse
osso é cercado por vários músculos que trabalham juntos para dar suporte a ele
e permitir diversos movimentos com o braço.

Quando uma lesão prejudica os
músculos, a posição da escápula pode ser alterada, o que causa dor e
dificuldade de realizar certos movimentos. A própria escapula pode inflamar em
alguns casos e resultar em dor no local.

Dor na escápula

Dores nos ombros podem ter diversas causas. De acordo com a National Library of Medicine e os National Institutes of Health dos Estados Unidos, o ombro é uma das articulações mais instáveis do organismo humano e por isso é alvo de muitas lesões.

As dores podem atingir a própria
escapula ou se estender para outras partes do corpo como os pulmões.

Existem algumas condições que causam mais dor na escápula direita e outras que costumam causar dor na escápula esquerda. A dor na escápula direita, por exemplo, pode ser causada por danos na vesícula biliar, enquanto que a dor na escápula esquerda pode indicar problemas cardíacos.

Os principais sintomas de fraturas
na escápula são dor crônica e disfunção no ombro que causa dificuldade para
executar movimentos simples ou muita dor ao fazê-los.

Como podem ser muitas as causas de
uma dor na escápula, há também vários tipos de dor. A dor pode ser uma leve
tensão muscular ou uma dor mais aguda que pode significar um problema de saúde
mais grave.

O que pode ser

Uma lesão em um músculo ou tendão é um dos motivos mais comuns de dor na escápula. Tais lesões podem resultar de:

– Tensão muscular

O uso em excesso dos braços ou da parte superior do tronco pode causar dor na escápula. Além disso, podem ser observadas outras dores em outros grupos musculares como nas costas e nas outras partes dos ombros. Essas dores podem ocorrer por causa de uma postura inadequada ao dormir ou durante o dia – que afetam pessoas que trabalham usando o computador por longos períodos de tempo – ou por causa da prática de atividades físicas como o levantamento de peso às quais seu corpo ainda não está acostumado.

Já uma tensão muscular prolongada
pode indicar condições de saúde como fibromialgia ou síndrome dolorosa
miofascial.

Uma ruptura do manguito rotador pode ser a causa da dor nas escápulas. Geralmente, a condição vem acompanhada por estalos na escápula e instabilidade no ombro.

– Osteoporose e artrite

A osteoporose é uma doença em que os ossos ficam enfraquecidos. Se essa condição afetar as omoplatas, o indivíduo pode sentir dor. A artrite também pode causar dor nas escápulas e geralmente afeta também outras partes do corpo como o tórax, a coluna e as costelas.

– Estenose espinhal

A estenose espinhal pode resultar em dor nas escápulas devido à compressão causada na medula espinhal e nos nervos devido a um estreitamento no canal espinhal. Essa compressão pode gerar uma pressão na região do pescoço e dos ombros.

– Ruptura da aorta torácica

Uma ruptura na aorta torácica acontece quando há uma ruptura na camada interna de um vaso sanguíneo que se ramifica fora do coração. Essa condição pode causar uma dor aguda e intensa no meio das costas e nos ombros.

– Embolia pulmonar

Pessoas com embolia pulmonar relatam uma dor súbita e aguda nas escápulas devido à quebra de coágulos de sangue nas pernas que se locomovem até os pulmões. Além da dor na escápula, o indivíduo também pode sentir falta de ar.

– Fratura óssea

As escápulas são um dos ossos do corpo humano mais difíceis de fraturar, assim é bem improvável que você frature esse osso em uma queda, por exemplo, mas acidentes graves podem causar esse tipo de lesão.

Segundo a American Academy of Orthopedic Surgeons (AAOS), as fraturas na escápula representam menos de 1% dos ossos quebrados no corpo. Apesar de serem fraturas raras, elas podem causar dor intensa, que geralmente é acompanhada por outras lesões traumáticas como as fraturas de costelas, concussões, danos na medula espinhal e pulmões perfurados.

Ainda de acordo com a AAOS, uma das causas mais comuns de fraturas na escápula é o traumatismo de força contundente que normalmente acontece em lesões de alto impacto como em um acidente de carro, por exemplo.

– Tensão subescapular

Uma tensão muscular subescapular
também pode causar dor na escápula esquerda. O músculo subescapular é
encontrado na parte inferior da escápula em direção à frente do braço, sendo o
responsável pelo movimento de giro do braço para dentro.

Atletas que praticam esportes de lançamento que executam muito esse movimento de girar o braço podem ter uma tensão subescapular, que consiste em microrupturas nas fibras musculares.

– Tumor de Pancoast

Um tumor de Pancoast pode causar
muita dor no ombro esquerdo. Conforme informações do National Cancer Institute, o tumor de Pancoast é um tipo de câncer
de pulmão que se manifesta nos lobos superiores do pulmão e que pode se
espalhar para os tecidos vizinhos incluindo as vértebras e as costela.
Geralmente, esse tipo de tumor é maligno e invade a parede torácica e outras
estruturas ao redor, destruindo nervos do ombro e do pescoço.

Além da dor no ombro esquerdo, o paciente costuma sentir dor no peito e tal condição é mais comum em pessoas que fumam.

– Pericardite

A pericardite é uma inflamação no revestimento do coração que pode se manifestar por meio de uma dor no ombro esquerdo.

– Ataque cardíaco

Em mulheres, a dor na escápula –
quando acompanhada de outros sintomas como falta de ar e dor no peito que
irradia para o braço – pode ser um sintoma de ataque cardíaco.

– Outras possíveis causas

Outros tipos de lesões, inclusive em
outras partes do corpo como na coluna vertebral ou no manguito rotador, podem
causar dor nas escápulas, tais como:

  • Escoliose;
  • Osteoartrite nas articulações ao
    redor do pescoço, das costelas ou da coluna;
  • Refluxo ácido;
  • Má execução de um exercício ou uso
    excessivo do ombro;
  • Deslocamento da costela;
  • Hérnia de disco;
  • Doença degenerativa do disco ou
    hérnia de disco;
  • Síndrome de dor miofascial;
  • Compressão nervosa;
  • Cálculos biliares.

Como tratar

O tratamento para a dor vai depender da causa e da gravidade da lesão. Desta forma, o diagnóstico médico é imprescindível.

– Medicamentos

Dependendo da condição, o médico pode receitar medicamentos analgésicos ou anti-inflamatórios como o ibuprofeno para aliviar a dor e controlar a inflamação. Em casos de dor intensa e inflamação, o profissional pode optar por receitar um medicamento esteroide que será mais eficaz na redução da dor. Relaxantes musculares também podem ser recomendados.

– Massagem e fisioterapia

Massagens terapêuticas podem ajudar a relaxar os músculos na região das omoplatas e aliviar as dores na região. A fisioterapia pode ser necessária em alguns casos, especialmente se a dor na escápula for resultado de uma lesão ou de uma má postura. Geralmente, a fisioterapia consiste em uma série de exercícios cujo objetivo é fortalecer a musculatura ao redor das escápulas.

– Cirurgia

Raramente, uma cirurgia pode ser feita para reparar danos nas escápulas causadas por lesões mais graves. Tal cirurgia pode incluir a remoção de tecidos cicatriciais ou a reparação de tendões presentes nos ombros ou na parte superior das costas. De acordo com dados da American Academy of Orthopedic Surgeons, 90% das pessoas com dor na escápula se tratam por meio de tratamentos não cirúrgicos.

Algumas medidas que podem ser tomadas para reduzir as dores, tais como:

– Exercícios físicos

Praticar atividades físicas é importante não só para ajudar a aliviar a dor na escápula como para manter uma boa saúde em geral. O exercício é importante para fortalecer as costas e os ombros e diminuir a dor. Alguns exercícios importantes de fortalecimento incluem as flexões e as abdominais.

– Alongamento

Alongamentos podem auxiliar na circulação sanguínea para os músculos e as articulações, o que ajuda a melhorar a mobilidade e aliviar a dor.

Um alongamento muito usado para reduzir a dor nos ombros consiste em cruzar um braço sobre a frente do corpo e usar o outro braço para puxar o cotovelo estendido em direção ao peito. É recomendado manter a posição por pelo menos 10 segundos e então repetir o movimento com o outro braço.

Outros alongamentos podem ser indicados por um médico ou fisioterapeuta.

– Alimentação

Alguns alimentos podem piorar a inflamação e, consequentemente, aumentar a dor na escápula. Assim, é fundamental ter uma boa dieta, evitando o consumo de alimentos processados e focando no consumo de alimentos nutritivos e saudáveis como frutas, legumes, ácidos graxos do tipo ômega 3 e boas fontes de proteínas.

– Descanso

Em alguns casos, um simples descanso pode dar ao corpo tempo para que se recupere sozinho da dor na escápula.

– Uso de compressas

As compressas frias ou quentes podem
ajudar a aliviar o desconforto nas omoplatas. Em casos de dores recentes, o
mais indicado é usar compressas frias para reduzir a inflamação e só usar
compressas quentes quando a dor persistir por mais de 3 dias.

Quando procurar um médico

Um médico deve ser consultado sempre que a dor nas escápulas for muito intensa ou perdurar por vários dias. Mesmo que não seja nada sério, é importante checar se há algo errado.

Quando outros sintomas como os
abaixo forem observados, pode ser um sinal de emergência médica e a ajuda
profissional deve ser procurada imediatamente:

  • Febre;
  • Falta de ar;
  • Dor no peito;
  • Suor excessivo;
  • Tontura;
  • Tosse com sangue;
  • Dor, inchaço ou vermelhidão nas
    pernas;
  • Problemas de visão;
  • Perda de consciência;
  • Dificuldade para falar;
  • Pulsação rápida ou irregular;
  • Paralisia em um lado do corpo.

Prevenção

A prevenção de dores nas escápulas é muito simples. Basta atentar para algumas práticas do dia a dia para evitar que o problema se repita ou aconteça pela primeira vez.

1. Manter a boa postura

Ter uma boa postura e evitar ficar
curvado durante o dia evita que os ombros fiquem sobrecarregados, evitando
assim dores na região das omoplatas. Observe sua postura durante o trabalho e
faça correções sempre tentando manter o corpo o mais ereto possível.

Se você fica sentado por muito tempo, invista em uma cadeira ergonômica e preste atenção no alinhamento da coluna e do pescoço além do posicionamento dos braços e das pernas.

2. Evitar levantar objetos pesados

Erguer objetos pesados pode
prejudicar os ombros e causar dor. Até mesmo uma mochila carregada apenas em um
ombro pode desgastar a escápula.

Lembre-se de agachar e manter a boa postura quando precisar levantar algo do chão para não colocar pressão em excesso sobre as costas e os ombros.

3. Adotar hábitos saudáveis

Os hábitos saudáveis também são importantes para fortalecer os músculos que suportam as omoplatas, evitando dores. É importante dormir bem, praticar exercícios físicos e ter uma boa alimentação.

4. Não permanecer sentado por muito tempo

Ficar muito tempo na mesma posição
sem se movimentar não é bom para a postura. Mesmo que você seja obrigado a
trabalhar por muito tempo na mesma posição, procure se levantar e fazer alguns
alongamentos simples durante o expediente para aliviar a tensão muscular.

Em geral, a dor na escápula é um problema temporário que tende a desaparecer após o tratamento adequado alinhado com o descanso e a prática de atividades físicas de fortalecimento. No entanto, dores que demoram muito para passar e que atrapalham a qualidade de vida devem ser investigadas mais a fundo, pois podem ser um problema mais grave.

Referências Adicionais:

Você já teve alguma vez dor na escápula? Como lidou com isso e como foi o tratamento recomendado pelo médico? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.