Grávida Pode Tomar Whey Protein?

      Comentários desativados em Grávida Pode Tomar Whey Protein?
Whey protein

A gestação costuma ser um período de muita alegria na vida de uma mulher, porém, também costuma ser uma fase de mudanças e preocupações, já que quando passa a carregar uma nova vida em seu ventre, a futura mamãe precisa tomar uma série de cuidados para que a gravidez corra bem, segura e saudável até o dia da chegada do bebê.

Esses cuidados incluem saber quais tipos de comidas, bebidas, medicamentos e suplementos podem ser utilizados ao longo da gravidez e quais devem ser deixados de lado por poderem prejudicar a saúde de ambos.

Será que a grávida pode tomar Whey Protein?

O Whey Protein é um suplemento de proteínas obtido a partir de uma mistura de proteínas isoladas do whey ou soro, que é a parte líquida do leite que é separada da restante durante o processo de produção de queijo.

Ele costuma ser utilizado por adeptos do mundo da boa forma para auxiliar o aumento da massa muscular e da força.

Não existem informações confiáveis suficientes para afirmar que uma mulher grávida pode tomar whey protein. Portanto, a recomendação é agir com segurança e evitar o uso do suplemento se não houver recomendações médicas.

Quem sofre com problemas no fígado também deve evitar o Whey Protein, pelo menos até consultar o médico a respeito do uso do suplemento. Ou seja, para quem além de estar grávida, tiver menos de 18 anos e/ou sofrer com uma dessas condições, a orientação é não utilizar o Whey Protein.

Atleta e modelo fitness contou que utilizou Whey Protein em sua gestação – mas isso não significa que você deva fazer o mesmo

Algumas gestantes chegam a utilizar o suplemento em sua alimentação. Por exemplo, a atleta e modelo fitness Noora Kuusivuori relatou ter utilizado um Whey Protein isolado em shakes e preparações cozidas ao longo da sua segunda gravidez como uma maneira de intensificar a sua ingestão de proteínas.

Por se tratar de um suplemento à base do soro de leite, que é rico em proteínas, o Whey Protein pode ser um aliado no fornecimento diário de proteínas para a gestante, caso não seja possível adquirir o aporte necessário somente por meio das refeições.

Entretanto,
o ideal é consultar o nutricionista antes de começar a utilizar o suplemento na
gravidez para saber qual a dosagem adequada e o melhor momento para consumir o
Whey Protein, levando em consideração o plano alimentar e as necessidades
nutricionais. 

Qualquer suplemento, sem exceção, que a mulher está acostumada a consumir precisa ser avaliado pelo médico assim que a gestação for descoberta.

Ou
seja, o fato da modelo fitness ter utilizado o suplemento em sua alimentação na
gestação, não quer dizer necessariamente que toda grávida pode tomar Whey
Protein. Provavelmente Kuusivuori contou com o acompanhamento de médico,
nutricionista e educador físico ao longo de sua gestação para saber o que podia
e não podia fazer e o que podia e não podia tomar.

Portanto,
você deve fazer o mesmo: se você está esperando um neném e deseja saber se pode
continuar ou começar a utilizar o Whey Protein durante a sua gravidez, deve
consultar o médico e nutricionista a respeito disso.

Esses profissionais são qualificados e indicados para avaliar o seu caso e determinar se o uso do suplemento pode trazer algum benefício, informar se ele não pode fazer mal de alguma maneira para a gestação e avaliar quais tipos de Whey Protein podem ser utilizados e quais não podem.

Se o suplemento não for liberado, converse com o médico e o nutricionista a respeito de alternativas saudáveis e seguras para a sua ingestão de proteínas ao longo da gestação, inclusive por meio da alimentação.

Alergia ao leite

Caso a gestante em questão seja alérgica ao leite, é recomendado que ela não faça uso do Whey Protein. Isso porque as pessoas com sofrem com a condição são aconselhadas a evitarem o consumo do suplemento.

Efeitos colaterais do Whey Protein

Quando analisamos se a grávida pode tomar Whey Protein, vale a pena abordarmos os possíveis efeitos colaterais que podem ser trazidos pelo suplemento, tendo em vista que a gestação por si só já pode provocar alguns sintomas desagradáveis.

A maioria das pessoas tolera bem o Whey Protein, porém, doses elevadas do suplemento podem causar náusea, aumento dos movimentos intestinais, sede, cólicas, inchaço e dores de cabeça. Ingerir muito Whey Protein também pode provocar flatulência, diarreia e dor.

Ou seja, mais um motivo para utilizar apenas a dose do suplemento recomendada pelo médico e nutricionista, caso eles liberem o uso do Whey Protein. Afinal, que mulher vai querer adicionar esses efeitos colaterais aos já desconfortáveis sintomas da gravidez, não é mesmo?

Interação com medicamentos

Caso a
grávida use medicamentos ou outros suplementos, na hora em que for consultar o
médico a respeito do uso do Whey Protein, ela precisa informar ao profissional
quais substâncias utiliza para que ele verifique se não faz mal misturar o
medicamento ou suplemento em questão com o Whey Protein.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que grávida pode tomar whey protein? Consumiu este suplemento durante sua gestação? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.