Mortadela é Remoso?

      Comentários desativados em Mortadela é Remoso?
Mortadela

Engana-se quem pensa que a mortadela pode ser utilizada somente no clássico sanduíche de pão com mortadela. Podemos também usar o ingrediente em receitas de tortas, lasanhas, pizzas, patês, pastéis, panquecas e esfirras, por exemplo. Entretanto, quem curte saborear uma mortadela já deve ter ouvido alguém dizer que o embutido não é o alimento mais saudável do mundo. Porém, será que podemos afirmar que mortadela é remoso?

O que é um alimento remoso?

Se queremos saber se mortadela é remoso, precisamos saber o que significa ser remoso, não é mesmo?

De acordo com o
dicionário, remoso significa “capaz de prejudicar a saúde, que faz mal à saúde,
especialmente ao sangue […]”. O termo ainda pode sofrer uma pequena variação
e ser chamado de reimoso.

O termo reimoso não se trata de uma classificação científica, mas é uma expressão antiga, associada à sabedoria popular, que também pode definir os alimentos que podem provocar inflamação na pele, em decorrência de uma reação alérgica.

Chama-se popularmente de reima algo que pode ser considerado um alergênico e que causa reações como coceira, diarreia e intoxicações mais sérias em algumas pessoas.

Os alimentos remosos ou reimosos também são conhecidos pela alcunha de “alimentos carregados” e essas comidas costumam apresentar quantidades elevadas de proteína e gordura animal.

E então, mortadela é remoso?

A mortadela pode ser produzida a partir da carne de boi, de porco ou de
frango, costuma apresentar pedaços de toucinho e gordura e geralmente é
temperada com alho, pimenta-do-reino, picles ou pistache, além de passar por um
processo de produção bastante parecido com o da fabricação da salsicha.

A lista de alimentos reimosos ou remosos é encabeçada justamente pela carne de porco, ao lado da carne de pato, do camarão, do caranguejo e dos moluscos, por exemplo.

Inflamação e cicatrização

As carnes processadas, como a mortadela, foram classificadas dentro do
grupo de alimentos que devem ser evitados depois de fazer uma tatuagem.

A ingestão excessiva desses alimentos aumenta a inflamação e dificulta o
processo de cicatrização da pele. Segundo especialistas, o ideal é que esses alimentos não façam parte da rotina alimentar, e que
não sejam consumidos pelo menos por uma semana após a tatuagem.

No mesmo sentido, as carnes processadas como a mortadela são exemplos de alimentos com gorduras trans, altamente pró-inflamatória e que aumenta o LDL e reduz o HDL, além de acelerar a produção de radicais livres.

Além disso, a mortadela é reconhecida como um dos alimentos que podem atrapalhar o processo de cicatrização.

A questão do sódio

Uma porção de 40 g (três fatias) da
mortadela defumada da marca Sadia contém 436 mg de sódio, enquanto 40 g (uma
fatia e meia) da mortadela ouro da marca Perdigão carrega 550 mg de sódio e 40
g (três fatias) da mortadela tradicional da marca Marba possuem 641 mg de
sódio.

Ainda que o corpo humano necessite do sódio para o controle da pressão arterial e do volume do sangue para o funcionamento adequado dos músculos, a ingestão de uma quantidade elevada do nutriente não é nada boa para o organismo.

De acordo
com a instituição, os adultos saudáveis não devem consumir mais do que 2,3 mil
mg de sódio diariamente, indivíduos com pressão arterial alta não devem ingerir
mais do que 1,5 mil mg do mineral e quem tem insuficiência cardíaca congestiva,
cirrose do fígado e doença renal podem precisa consumir quantias muito menores
do que essas.

A
Associação Americana do Coração recomenda que os adultos limitem a sua ingestão
de sódio para 1,5 mil mg do nutriente por dia.

O excesso de sódio pode provocar problemas como retenção de líquidos,
endurecimento dos vasos sanguíneos, pressão arterial alta, ataque cardíaco,
acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

Corantes dos embutidos como a mortadela podem provocar alergia

Os embutidos – grupo ao qual a mortadela pertence, acompanhada de outros alimentos como salsicha, linguiça, presunto e salame – foram colocados como alguns dos piores alimentos para a saúde.

Além da questão do sódio, os corantes
encontrados nos embutidos podem provocar alergias e problemas no estômago.

Os embutidos são conhecidos por conterem conservantes como o nitrito e o nitrato, substâncias que dentro do nosso organismo são convertidas em compostos potencialmente cancerígenos. Se você experimentar alguma reação alérgica ou sintoma indesejado depois de comer um embutido como a mortadela, procure rapidamente o auxílio médico para saber se não sofre com uma alergia alimentar ou outra condição, receber o tratamento apropriado e saber como deve proceder em relação à sua alimentação a partir de então.

Você gosta de mortadela? Já tinha escutado que mortadela é remoso? Pretende diminuir o consumo agora? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.