Permanganato de Potássio – O Que é, Para Que Serve e Indicações

      Comentários desativados em Permanganato de Potássio – O Que é, Para Que Serve e Indicações
Permanganato de potássio

O permanganato de potássio é um
composto químico que vem sendo utilizado como um medicamento para tratar
diversas condições que afetam a saúde da pele, incluindo infecções fúngicas.

Muita gente conhece o permanganato como aquele produto de cor roxa vibrante usado para o tratamento de coceiras e de doenças como a catapora.

Neste artigo, vamos explicar o que é o permanganato de potássio, mostrar para que ele serve e indicar os seus principais usos medicinais.

Permanganato de potássio – O que é?

O permanganato de potássio, conhecido na química pela fórmula KMnO4, é um composto químico formado a partir de uma combinação entre minério de óxido de manganês com hidróxido de potássio.

Trata-se
de um sal extremamente oxidante que deve ser solubilizado em água antes do uso
para evitar danos à pele.

Desenvolvido como um desinfetante pela primeira vez em 1857, passou a ser usado também para tratar problemas na pele. Em muitos lugares do mundo, o uso de permanganato de potássio só é aprovado mediante apresentação de receita médica. Em outros, é comum encontrá-lo com facilidade em farmácias.

Para que serve

Aplicado à pele, o permanganato de potássio ajuda a matar germes presentes no local. Ele também atua como um produto adstringente que deixa a pele mais ressecada temporariamente.

O permanganato de potássio pode ser usado para as seguintes condições que afetam a pele:

1. Feridas abertas

O
permanganato é muito utilizado como um curativo para feridas abertas que afetam
a superfície da pele, principalmente aqueles que estão empoladas ou soltando
pus.

Ele ajuda a limpar as feridas e a secar as bolhas que eventualmente podem ser formadas. Além disso, o permanganato apresenta propriedades antimicrobianas que podem matar alguns vírus e bactérias.

2. Infecções diversas como o eczema

Eczemas com presença de bolhas podem ser tratados com o permanganato de potássio, que ajuda a secar a região da pele afetada pela infecção.

Outros usos do permanganato de potássio incluem o tratamento de acne, dermatite, vulvovaginite, e candidíase vaginal.

É muito importante diluir bem o permanganato antes da aplicação, principalmente se a infecção for pequena e localizada. Em regiões maiores, como no caso de eczemas que afetam grande parte do corpo, pode ser necessário que o paciente tome um banho de corpo inteiro com a solução de permanganato diluída de acordo com as instruções ou recomendações médicas.

3. Pé de atleta e impetigo

Infecções
bacterianas e fúngicas que afetam a pele como o pé de atleta e o impetigo, por
exemplo, podem ser tratadas com a aplicação de permanganato de potássio.

Sintomas comuns de infecções como o pé de atleta costumam incluir coceira e ardor entre os dedos do pé, além de vermelhidão e aparência escamosa na pele, que pode ser acompanhada por uma sensação de queimação no local. Tais sintomas são aliviados com o uso de permanganato de potássio, que atua matando ou inibindo o crescimento do fungo responsável pela infecção devido à ação oxidante do produto.

Geralmente, é indicado imergir o pé afetado em um balde com uma solução de permanganato de potássio por 15 minutos 2 vezes ao dia por 2 ou 3 semanas.

4. Alergias

O permanganato de potássio também pode ser útil para aliviar reações alérgicas causadas por tinta para cabelo.

Grande parte das tintas capilares apresenta um corante não oxidado que é misturado com outro composto oxidante. O que acontece é que o composto oxidante quebra a melanina natural encontrada no pigmento do cabelo e substitui essa melanina, dando nova cor aos fios. Porém, reações incompletas podem ocorrer e resultar em uma reação alérgica.

Tais
alergias podem ser tratadas aplicando uma compressa com uma solução diluída de
permanganato de potássio sobre o local.

Indicações

Embora
seja utilizado há muito tempo para aliviar a coceira e tratar a catapora, é
importante procurar um médico para indicar o melhor tratamento, principalmente
em casos de catapora em crianças que têm a pele mais sensível que a dos adultos.

Como já mencionado, o permanganato de potássio é indicado para pessoas que apresentam condições específicas na pele incluindo eczemas, feridas superficiais e micoses.

O permanganato de potássio está disponível na forma de comprimidos – que contêm 400 miligramas de princípio ativo – ou na forma de solução líquida, geralmente em concentração baixa de 0,1%.

De
acordo com informações encontradas na bula, o permanganato de potássio na forma
de comprimidos deve ser usado em banhos de imersão no local da pele afetado. O
indicado é dissolver 1 comprimido para cada 4 litros de água quente e depois
misturar essa solução à água da banheira para tomar um banho de corpo inteiro.
Também é possível usar essa água para lavar apenas o local da infecção.

Algumas
orientações específicas para usar o permanganato de potássio são:

  • Para eczemas infectados: Para o tratamento de eczemas, a solução diluída deve ser usada para lavar o local infectado. Isso pode ser feito em uma banheira para lavar todo o corpo ou apenas localmente.
  • Para feridas superficiais na pele: Para aplicar o permanganato sobre a ferida superficial, é indicado usar o composto diluído com o auxílio de uma gaze sobre o local da ferida e em seguida fazer um curativo. O ideal é fazer isso e trocar o curativo de 2 a 3 vezes por dia.
  • Pé de atleta: É recomendado mergulhar o pé em uma solução diluída de permanganato a cada 8 horas em casos de micoses severas. Dependendo da gravidade da situação, o médico pode indicar diluir o permanganato de potássio em um pouco menos de água para que a solução fique mais concentrada. Mas apenas um médico pode determinar tal concentração.
  • Impetigo: No caso do impetigo, é indicado aplicar a solução de permanganato de potássio diluída suavemente sobre a pele afetada para que pedaços soltos da pele contendo células mortas possam ser removidos.

Cuidados

O permanganato de potássio é um composto químico extremamente perigoso que deve ser usado com muito cuidado.

– Cuidados na diluição

Para
aplicar a solução de permanganato de potássio sobre a pele, é indicado diluir o
produto em água antes da aplicação. A maioria dos médicos indica uma diluição
de 1 parte de permanganato de potássio para 10 partes de água ao utilizar uma
solução de permanganato de potássio cuja concentração é de 0,1%. Em alguns
casos mais graves, uma solução mais forte pode ser preparada através da mistura
de 1 parte de permanganato de potássio para 7 partes de água.

O
permanganato de potássio 0,1% puro apresenta uma cor roxa viva. Depois de
diluído em água, é esperado observar uma solução rosa que pode ser então usada
sobre a pele infectada ou ferida.

Se a diluição não for feita de acordo com as recomendações presentes na bula do medicamento, o composto pode causar queimaduras graves na pele. Até mesmo quando a diluição é feita, algumas pessoas podem ficar com a pele irritada.

– Possibilidade de manchas na pele

O permanganato de potássio pode deixar manchas marrons temporárias sobre a pele e nas unhas. Geralmente, tais manchas desaparecem 1 ou 2 dias após o uso. O produto também pode manchar o recipiente usado para preparar a diluição ou a banheira.

– Efeitos colaterais

Alguns efeitos colaterais que podem ser observados incluem vermelhidão, irritação ou queimaduras nas peles. Quanto mais diluído estiver o permanganato, menores são os riscos de efeitos adversos.

– Irritação nas membranas mucosas

Além de prejudicar a pele se usado em altas concentrações, o permanganato de potássio também pode prejudicar as membranas mucosas do nariz, da garganta, dos olhos, da região genital e do ânus. Assim, não é indicado aplicar o produto próximo dos olhos ou da boca mesmo que já esteja diluído para evitar que o indivíduo engula acidentalmente um pouco da solução. Se houver o contato acidental com os olhos ou com a boca, lave o local com água gelada e beba bastante água até que possa procurar auxílio médico.

– Uso por gestantes ou lactantes

Não é recomendado o uso de permanganato de potássio por mulheres grávidas ou lactantes pois não se sabe se o composto pode prejudicar a saúde do feto ou do bebê através do leite materno.

– Uso de luvas

Para aumentar a segurança, é recomendado usar luvas durante o preparo da diluição para evitar que o permanganato de potássio puro entre em contato com a pele, o que pode causar queimaduras e irritações graves. No caso de comprimidos, é sempre importante garantir que o mesmo esteja totalmente diluído na água, pois um pedaço do comprimido não dissolvido pode prejudicar a pele.

– Auxílio médico

Ao
observar qualquer tipo de irritação ou vermelhidão intensa, interrompa o uso do
permanganato e procure um médico para avaliar a sua pele.

Referências Adicionais:

Você já conhecia o permanganato de potássio? Já utilizou alguma vez para um dos fins listados acima? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.