TOMATE-DE-ÁRVORE

      Nenhum comentário em TOMATE-DE-ÁRVORE

Tomate-de-árvore

(Solanum betaceum)

Outros nomes e/ou variedades:

cigomandra, tamarilho, tomarilho, tomatão, tomate-arbóreo, tomate-brasileiro, tomate-de-índio, tomate-francês, tomate-inglês, tomate-japonês, tomate-maracujá, sangue-de-boi.

Época de frutificação DE NOVEMBRO A MARÇO.

Originário dos Andes.

Pertence à mesma família do tomate, da batata e da berinjela (solanáceas)

Benefícios do tomate-de-árvore

Esta fruta fortalece

o sistema imunológico

a visão

o fígado

o sistema nervoso e

o sistema imune

Regula a pressão

Reduz o colesterol

Favorece o emagrecimento

É eficaz no combate à gripe

e às inflamações da garganta

É emagrecedor

laxante

regula os intestinos 

É antioxidante, combatendo os radicais livres (radicais livres são células incompletas que precisam “roubar” seu equilíbrio das células vizinhas, prejudicando assim todo o organismo)

 

Doce de tomate-de-árvore

Ingredientes 

02 xícaras de chá de polpa de tomates-de-árvore

02 xícaras de chá de água

02 xícaras de chá de açúcar cristal

 

Modo de preparo

Bata a polpa com a água e depois coe

Leve ao fogo com o açúcar e vá retirando a espuma um pouco

Sirva gelado

 

GENERALIDADES

Esta fruta já era cultivada pelos Incas, no alto dos Andes, acima de mil metros de altitude, há 1.500 anos atrás.

Muito conhecida pelos povos daquela região, só ultimamente tem sido oferecida no comércio de frutas brasileiro, na maioria das cidades.

Possui duas colorações principais, o vermelho – mais macio e mais doce – e o amarelo – mais firme e mais ácido.

Tem um sabor característico e único, tocado ao agridoce.

É bastante utilizado e apreciado na culinária no preparo de saladas de frutas, sobremesas, geleias ou compotas, sucos e molhos para carnes.

Também vai muito bem com alguns pratos, descascado, picado e misturado à comida.

É provar para crer.

 

Cultivo do tomate-de-árvore em vasos

O tomate-de-árvore é facilmente cultivado em vasos.

Para mim esta descoberta foi sensacional.

Os motivos são muitos.

Além de ter em casa uma fruta desta qualidade, ainda posso protegê-las da mosca da fruta.

As que eu comprava na quitanda vinham já estragadas, na sua maioria, por causa desta mosca.

Cultivando no vaso você pode, se quiser, ensacá-las antes que as moscas ponham seus ovos.

E também fazer aquela armadilha com garrafa pet, que apanha as moscas e diminui sua quantidade no seu “pomar” urbano,

Para isso basta um vaso de 40 x 40 cm.

Especialistas costumam recomendar vasos maiores, mas não é preciso.

Além de incômodos para manusear e ocupar muito espaço, não são necessários.

Esta fruta se desenvolve e produz muito bem num vaso menor.

Forre o fundo com pedras, de modo a não ocorrer acúmulo de água no fundo.

Isso pode apodrecer as raízes da planta depois que crescer.

Use terra boa, rica em material orgânico.

Ao longo do tempo, mantenha esta terra úmida, sem encharcar, ou seja, regue com frequência, mas pouco.

 

 

Fontes: Wikipedia

 

Veja também:

900+ NOMES DE FRUTAS BRASILEIRAS (nativas e exóticas)

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.